[Resenha] O Príncipe Congelado - Raigor Ferreira | Minha Vida Literária
23

dez
2016

[Resenha] O Príncipe Congelado – Raigor Ferreira

O PRÍNCIPE CONGELADO – RAIGOR FERREIRA

o-principe-congelado-raigor-ferreira-minha-vida-literaria

Título: O Príncipe Congelado
Autor: Raigor Ferreira
Editora: Publicação Independente
Número de Páginas: 9
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compre: Amazon

Nas terras longínquas do Reino de Arvoredo, os habitantes já estavam acostumados com um príncipe fora do tradicional. Phelipe, o herdeiro superestimado do trono tinha uma condição exótica e que fazia os moradores do Reino se perguntarem: “Como alguém pode ser tão gelado?”. A resposta para a pergunta não era simples e esmerada. Na verdade, era muito complexo entender o que tornara a majestade, um homem tão frio e indiferente.

 

RESENHA EM VÍDEO



RESENHA ESCRITA

Quando a fantasia de uma história vem acompanhada de diversas simbologias, permitindo ao leitor interpretá-las diferentes maneiras conforme sua leitura, torna-se quase impossível para mim resistir a ela. E quando essa fantasia se alia a um tom de conto de fadas, uma leitura no mínimo prazerosa é garantida. E foi esse o caso de O Príncipe Congelado, conto autopublicado de Raigor Ferreira na Amazon, pela plataforma KDP.

o-principe-congelado-raigor-ferreira-minha-vida-literaria2

Em poucas páginas, somos apresentados a um reino que acabou praticamente congelado desde que seu príncipe começou a congelar. Temos os eventos prévios que deram início ao esfriamento do príncipe – o que nos possibilita compreender esse processo – e o que acontece após a chegada de uma forasteira, uma princesa em chamas.

Com uma mistura que lembra Frozen e A Bela e a Fera, da Disney, mas, ainda assim, sendo original de Raigor Ferreira, O Príncipe Congelado primeiramente me conquistou por sua narrativa em tom próprio de um conto de fada. Fui envolvida por uma leitura aconchegante, quase ouvindo a narrativa ao invés de simplesmente lê-la, como se houvesse alguém contando a história para mim.

o-principe-congelado-raigor-ferreira-minha-vida-literaria3

Depois, à medida que os fatos foram sendo apresentados, foi possível começar a interpretar os elementos fantasiosos do enredo por suas simbologias – e foi essa minha parte preferida da leitura. Não só adorei viajar pelos significados do frio que acomete o príncipe, como principalmente adorei a mensagem de equilíbrio, dualidade e perspectiva que O Príncipe Congelado transmite. Raigor deixa clara a ideia de que algo pode ser considerado como bom ou ruim dependendo da maneira de que é visto ou do contexto em que se encaixa, além de demonstrar que não há a oposição total dessas características no sentido de algo carregar apenas uma delas: a presença de elementos como frio e calor em uma mesma situação e o equilíbrio entre eles é tão importante quanto a presença e o equilíbrio entre o rigor e a condescendência de uma educação.  

Sobre esse último aspecto mencionado, vale uma ressalva. A ideia da dualidade entre rigor e condescendência, presente nas figuras respectivamente do rei e da rainha, pais do príncipe, acabou sendo transmitida pelo autor com uma carga mais negativa da primeira em comparação à segunda, dando a ideia de o rei ser alguém que beira à maldade por seu excesso de severidade. Contudo, ao conversar com Raigor, ele próprio mencionou que essa não era sua intenção – e sim a de ausência de julgamento de um em detrimento do outro -, ainda que outros leitores tenham compreendido o mesmo que eu. Assim, fica a observação para que esse aspecto, talvez, receba uma outra abordagem, a fim de possibilitar que a real intenção do autor seja captada pelos leitores.

o-principe-congelado-raigor-ferreira-minha-vida-literaria1

De qualquer maneira, esse ponto não diminuiu meu apreço pela leitura e nem a torna menos significativa por suas mensagens. Aliás, adorei o fato de ter conseguido ver tanto com tão pouco, o que indica que o tamanho de O Príncipe Congelado não está ligado ao tamanho de suas páginas. Uma leitura rápida, gostosa, envolvente e significativa como contos de fada devem ser.

 

Esta postagem é um publieditorial.





Deixe o seu comentário

Uma resposta para "[Resenha] O Príncipe Congelado – Raigor Ferreira"

Rudynalva Correia Soares - 24, dezembro 2016 às (20:43)

Aione!
Passando para desejar um Feliz Natal!
“Desejo a você e à sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!” (Priscilla Rodighiero)
cheirinhos
Rudy

TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil