[Resenha] Farmácia Literária - Ella Berthoud & Susan Elderkin | Minha Vida Literária
10

jan
2017

[Resenha] Farmácia Literária – Ella Berthoud & Susan Elderkin

farmacia-literaria-minha-vida-literaria

Título: Farmácia Literária
Autor: Ella Berthoud & Susan Elderkin
Editora: Verus
Número de Páginas: 376
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Lido no momento certo, um livro pode mudar sua vida. “Farmácia literária” é um tributo a esse poder. Mais de 400 livros para curar males diversos, de depressão e dor de cabeça a coração partido Para criar esta obra, as autoras viajaram por dois mil anos de literatura, selecionando livros que promovem felicidade, inspiração e sanidade, escritos por mentes brilhantes que nos mostram o que é ser humano e nos permitem identificação ou até mesmo catarse.

Estruturado como uma obra de referência, em “Farmácia literária” os leitores podem simplesmente procurar por sua “doença”, seja ela agorafobia, tédio ou crise da meia-idade, e encontrarão um romance como antídoto. A biblioterapia não discrimina entre as dores do corpo e as da mente (ou do coração). Está convencido de que tem sido covarde? Leia O sol é para todos e receba uma injeção de coragem. Vem experimentando um súbito medo da morte? Mergulhe em Cem anos de solidão para ter uma nova perspectiva da vida como um ciclo maior. Ansioso porque vai dar um jantar na sua casa? Suíte em quatro movimentos, de Ali Smith, vai convencê-lo de que a sua noite nunca poderá dar tão errado. Brilhante e encantador, Farmácia literária pertence tanto à estante de livros quanto ao armário de remédios.

Esta obra vai fazer com que até mesmo o leitor mais aficionado descubra um livro do qual nunca ouviu falar e enxergue com outros olhos aqueles mais familiares. E, mais importante, vai reafirmar o poder da literatura de distrair e fazer viajar, repercutir e curar, além de mudar a maneira como vemos o mundo e nosso lugar nele.

Farmácia Literária é uma espécie de guia e manual criado pelas biblioterapeutas Ella Berthoud e Susan Elderkin, que se conheceram quando estudavam Literatura Inglesa na Universidade de Cambridge, e publicado pela editora Verus no Brasil. O serviço de biblioterapia por elas oferecido desde 2008 em Londres consiste na prescrição de livros, virtual ou pessoalmente, para pacientes de todo o mundo, com o objetivo de curar ou ao menos amenizar os mais diversos males – de físicos a emocionais.

farmacia-literaria-minha-vida-literaria1

Dessa maneira, o livro se estrutura em capítulos de A a Z, uns maiores do que outros, com males, doenças e problemas diversos organizados alfabeticamente, com a indicação de um livro, oferecido como meio terapêutico, específico para cada um. Ainda, há diversas listas de males relacionados a leituras dispostos pelo livro, que trazem conselhos e sugestões para mudar hábitos literários. Como exemplo, há conselhos para quem tem dificuldade em se concentrar na leitura ou em encontrar tempo para ler, conselhos para quem é viciado em compras de livros, entre outros.

É importante lembrar que, até o século XX, as pessoas não pensavam na felicidade como algo a ser esperado na vida e, em muitas culturas orientais, ainda não pensam. Para muitos, a vida está aí para se enfrentar e aprender, não como fonte de expectativa de prazer. Ter comida, um teto sobre a cabeça e a liberdade para seguir as próprias crenças religiosas – isso é suficiente. Comece a pensar que você tem de ser feliz e estará se abrindo para todo tipo de decepção.

páginas 160 e 161

Ainda que Farmácia Literária seja basicamente composto por sinopses e indicações de livros, a escrita das autoras é o que certamente faz a leitura valer ainda mais a pena. Ella Berthoud e Susan Elderkin mesclam com maestria comentários espirituosos, com leves análises literárias (afinal, é difícil se desprender se suas formações) e conselhos que vão muito além das indicações de livros. Há diversos trechos que promovem pequenas reflexões e questionamentos sobre a vida, de modo geral, e que tornam a leitura bastante cativante.

farmacia-literaria-minha-vida-literaria3

É claro que as inúmeras indicações presentes em Farmácia Literária fazem dessa leitura um prato cheio para os aficcionados leitores de plantão; assim, recomendo a leitura com um bloco de anotações e caneta ao alcance, para que as sugestões literárias sejam anotadas conforme dadas, de acordo com o interesse próprio de cada leitor.

O sentimento de ódio tem algo a ver com objeto do ódio, afinal? Será que não tem mais a ver com a determinação de encontrar um objeto no qual descarregar seu ódio? Dê um tempo em seu ódio e olhe bem atentamente para dentro de si mesmo. Se esse momento em 1984 não o fizer reconsiderar, você é um caso sério demais para o alcance brando de nossas curas. Possivelmente é um psicopata, e nós lhe recomendamos que consulte um psiquiatra.

página 256

Fica, também, o alerta de que, muitas vezes, as autoras avançam um pouco mais além das sinopses e trazem acontecimentos e pontos importantes das histórias para justificar o porquê daquele livro específico estar sendo usado como cura ao mal em questão. Dessa maneira, é possível encontrar alguns spoilers – motivo pelo qual, confesso, pulei diversas sinopses e trechos da leitura.

farmacia-literaria-minha-vida-literaria2

Farmácia Literária não é um livro para se sentar e ler de uma vez, até porque ele não é um romance de ficção. Contudo, é uma obra para se degustar aos poucos e para certamente manter na estante, a fim de voltar a ela de tempos em tempos, reencontrando indicações e conselhos que podem falar melhor a cada um em diferentes momentos da vida.





Deixe o seu comentário

19 Respostas para "[Resenha] Farmácia Literária – Ella Berthoud & Susan Elderkin"

Gabriela (Gabi) - 10, janeiro 2017 às (10:35)

Oi!!

Eu participei de um sorteio no instagram desse livro, mas infelizmente eu não ganhei 🙁
Ele deve ser muito legal e engraçado também rsrs… Vou comparar preços e colocar na minha listinha….
Otima resenha!!

Beijos…

Responder

Aciclea Vieira - 10, janeiro 2017 às (12:13)

Aione,achei maravilhosa essa obra de consulta literária para indicar obras que funciona como tratamento de diversos estados emocionais que um leitor pode se encontrar.Com certeza é uma obra para ser degustada aos poucos, obrigada por lembrar de tomarmos cuidados com spoilers de obras indicadas não lidas,mas com certeza terei a em minha coleção e seguirei a risca o seu tratamento literário indicado,para cada situação momentânea que a vida se apresentar a mim.Beijinhos😘❤!

Responder

Giulianna Santicioli - 10, janeiro 2017 às (15:06)

Adorei a ideia desse livro, realmente tem horas em que um livro pode ajudar muito, comigo esse livro foi A Marca de uma Lágrima, ele me ajudou muito em certo ponto da minha vida, a capa também achei super fofa, ficou parecendo um boticário de antigamente, esse com certeza já entrou para minha lista de desejados.

Responder

Marta Izabel - 10, janeiro 2017 às (16:09)

Oi, Aione!!
Achei o livro bem diferente de tudo que já li!! Acho que esse livro deve ser consultado sempre que precisarmos de algum conselho ou sugestão para alguma coisa!! Sem dúvida a edição desse livro ficou perfeita!! Amei a indicação desse livro tão fantástico!!
Beijoss

Responder

Kemmy - 10, janeiro 2017 às (20:02)

Achei “estranho” que um livro com mais de 400 indicações tenha menos de 400 páginas, rs. Mas pelo jeito ele traz a sinopse e comentários de apenas algumas obras.
É, com certeza, um livro que eu gostaria de ter, mas não agora. Tenho muuuuuuitos livros não lidos e esse me deixaria ainda mais doida hahah
Pena que tenha spoilers. Também pularia diversos comentários por isso.

Beijos!

Responder

Palavras e Notas - 10, janeiro 2017 às (20:23)

Que surpreendente e criativa a premissa do livro! É uma boa para leitores de todas as idades, pois tiro por meu exemplo, estou sempre procurando livros que, de alguma forma, aliviem a depressão, diminuam o stress e adormeçam a ansiedade, já pensou ler um livro que te oferece um manual para tudo isso e que, conforme você falou sobre a escrita, não perde as características de livro?

Sem dúvidas, tentarei ler, que bom que gostou da leitura e eu espero também amar. Livros podem ser cura para qualquer doença <3

Abs,
– J.

Responder

Rudynalva Correia Soares - 11, janeiro 2017 às (00:48)

Aione!
Não conhecia o livro, mas fiquei bem fascinada por ele, porque afinal, algum psicoterapeuta teve a ideia fabulosa de mostrar a cura ou a melhoria de um mal, através da leitura.
E isso é mais do que verdade.
Quantas vezes já passei por momentos bem difíceis e pude vislumbrar uma melhora através dos livros? O que mais me vem na memória no momento, foi quando o neuro informou que possivelmente iria em algum momento para a cadeira de rodas e do nada o livro do Marcelo Rubens Paiva – Feliz ano Velho, caiu na minha mão e me fez enxergar o quanto estava errada na minha forma de pensar… e apesar de usar muleta, não fui para cadeira de rodas (ainda), após 10 anos de luta constante contra a deficiência.
Quero ler sim esse livro.
“A dúvida é o princípio da sabedoria.” (Aristóteles)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

Responder

Cristiane - 11, janeiro 2017 às (13:48)

Oi Aione, fiquei curiosa com o livro. Mas você apontou uma coisa que realmente me deixou meio preocupada que é a questão dos spoilers. Como no caso do livro “1001 livros para ler antes de morrer”, que ao ler a sinopse dos livros indicados, peguei vários spoilers indesejados…
Beijos

Responder

Anna Mendes - 11, janeiro 2017 às (17:58)

Oi Aione! Adorei a resenha!
Achei a proposta deste livro muito interessante. Fiquei muito curiosa para lê-lo, pois nunca li um livro nesse formato. E adorei a capa também, com o nome de autores nos vidros de remédio 😉 Vou adicionar esse livro nas minhas metas de leitura 😀
Bjos!

Responder

Nicoli Vieira - 11, janeiro 2017 às (18:38)

Ei, Aione!
Achei a premissa desse livro bastante interessante. Trazer doenças que o próprio leitor sofre e achar a “cura” dentro de um livro. Com certeza após consultar a “Farmácia Literária” e achar um livro condizente ao seu estado a pessoa ficará menos deprimida e menos sozinha, observando que até na ficção há alguém com o mesmo que mal que você.
Realmente é um livro que se deve ter na estante.

Responder

Carol - 12, janeiro 2017 às (11:32)

Oi!!!
Quando vi esse livro pela 1ª vez, ele estava em pré-venda e eu fiquei louca de ansiosa para receber logo o meu. Gostei muito dele! Como você disse é um livro não para ser lido inteiro de maneira linear, mas sim consultado com frequência, sempre que quisermos uma dica de algo bom pra ler. As minhas únicas ressalvas é que alguns livros citados são meio difíceis de encontrar. Por exemplo, me interessei muito pelo “Eu sou o David”, mas não se acha esse livro em lugar nenhum. As editoras deveriam publicá-lo em nova versão. Também tô mega curiosa pra ler “A improvável Jornada de Harold Fry”. Aione se vc já leu posta uma resenha dele aí! Bjos!

Responder

thaynara ribeiro - 12, janeiro 2017 às (16:43)

Desde a caixinha do correio estou mega curiosa com essa história *_*
Amei a resenha, os spoilers podem incomodar um pouco, mas pelas indicações e citações acho que aceito ler kkk Vou curar meus males e ressacas literárias com essa leitura rs

Responder

Rossana Batista - 15, janeiro 2017 às (16:28)

Oi!
Nossa, mas que premissa interessante desse livro.
Lendo a sinopse eu nem diria que fosse um livro pra você ler ele todo sabe, mas como disse, você sente algo e vai lá ler o livro e procurar qual o livro que vai te curar.
Achei muuuuuuuito interessante e eu leria!

Responder

Luciana Campos - 16, janeiro 2017 às (15:05)

Oi, Aione!
Só pela sinopse eu já tinha achado esse livro genial, e agora pelos trechos continuo achando muito interessante e desejando muuuuuito!
Só achei bem chatinho isso de acabar dando spoilers, até entendo que certas “curas” se dão nisso, mas ainda assim :/

Responder

Roberta Batista - 17, janeiro 2017 às (17:59)

Que interessante. Acho que não conheço um livro assim não.
É uma pena que o livro trás alguns spoilers pra poder explicar a escolha porque eu não sou muito fã de spoiler 🙁
Mas é sempre bom saber de livros diferentes porque se algum dia procurar por algo assim já sei qual ler.

Responder

suzana cariri - 18, janeiro 2017 às (11:40)

Oi!
Assim que vi a capa de Farmácia Literária ele logo conseguiu me conquistar e lendo a resenha adorei a ideia do livro, fiquei bem curiosa para descobrir mais sobre os livros receitados e parece que a escrita das autores deixa a historia leve e divertida, com certeza parece ter ótimos conselhos e se tiver oportunidade quero muito ler !!

Responder

camila rosa - 23, janeiro 2017 às (17:13)

Nossa amei a resenha, estou super curiosa para ler o livro, tenho certeza de que ele nos dá ótimas indicações, quando vi falar dele, como você imaginei que o livro deveria ser lido de vagar, acho que quando nos sentimos de algum male citado no livro, devemos dar a chance a indicação que ele dá. A ideia das autoras é maravilhosa, e tomarei o cuidado com os spoilers quando eu for ler.
Beijos *-*

Responder

Ana I. J. Mercury - 31, janeiro 2017 às (22:12)

Que máximo!!!
Adorei.
Boa dica para conhecer mais livros, e entra mais adentro nesse mundo literário tão gostoso e convidativo.
bjsss

Responder

Milena Moreira - 20, fevereiro 2017 às (00:34)

Nossa fiquei apaixonada pela capa diagramação na verdade por tudo, sempre busco várias indicações de livros as vezes de um tema especifico e fico perdidinha esse livro é perfeito pra mim <3

Responder

Últimas Resenhas

Calendário de posts

janeiro 2017
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por