[Resenha] Sorrisos Quebrados - Sofia Silva | Minha Vida Literária
31

jan
2017

[Resenha] Sorrisos Quebrados – Sofia Silva

sorrisos-quebrados-sofia-silva-minha-vida-literaria

Título: Sorrisos Quebrados
Autor: Sofia Silva
Editora: Publicação Independente (eBook)
Número de Páginas: 286
Ano de Publicação: 2016
Skoob: Adicione
Compre: Amazon

Paola
Perante Deus, o meu marido prometeu me amar.
Cuidar de mim. Ser meu amigo.
Perante todos, disse que me amava. Que íamos ser felizes.
Viver para sempre juntos.
Mentiu em tudo.
Até que um dia, perante mim, ele disse que ia me matar. E não mentiu.
A partir desse dia vivi escondida no meu mundo, até o André aparecer.

André
Não procurava nada. Não queria ninguém.
Não depois de tudo que vivi.
O meu coração estava escondido na escuridão, até a Paola surgir com as suas cores, pintando a minha vida.

Sorrisos Quebrados é um romance colorido entre duas pessoas Quebradas por relacionamentos passados. Uma história de superação dos próprios medos e promessas.

Sofia Silva é uma autora portuguesa que vem fazendo sucesso no Wattpad com sua série Quebrados, que traz histórias românticas e dramáticas sobre pessoas que enfrentam seus traumas e tentam se reconstituir após terem sido, de alguma maneira, quebradas. Sorrisos Quebrados foi sendo escrito capítulo a capítulo conforme os leitores pediam mais e mais da história de Paola e André. Ao ter se tornado um livro, está disponível em eBook na Amazon, e acabei ficando curiosa por sua leitura após receber tantas recomendações de entusiastas da série, apaixonados pela trama.

Paola quase foi morta pelo ex-marido. Após anos de um namoro tão perfeito quanto a máscara que ele utilizava para o mundo, ela se descobriu em meio a um relacionamento abusivo e foi espancada e atacada por um dos pitbulls do marido ao tentar fugir. Seis anos depois, ela vive em uma clínica que oferece apoio a pacientes com diferentes traumas, transfigurada pelas cicatrizes e sequelas – físicas e psicológicas – da noite em que quase morreu. É lá que ela conhece Sol, uma garotinha de quatro anos com problemas de socialização decorrentes também de um trauma, com quem, inexplicavelmente, consegue se conectar. E a relação que nasce entre as duas inevitavelmente acaba se estendendo a André, pai de Sol, marcado pelo triste passado que compartilha com a filha.

sorrisos-quebrados-sofia-silva-minha-vida-literaria1

Em terceira pessoa, os capítulos de Sorrisos Quebrados se alternam entre a perspectiva de Paola e de André, de forma a permitir que, pouco a pouco, conheçamos mais de suas histórias, emoções e pensamentos. A narrativa de Sofia Silva é certamente fluida e permite um rápido envolvimento, principalmente nos momentos de maior intensidade da trama. Aliás, a carga dramática da história é seu principal elemento, e as cenas românticas são belamente descritas pela autora, sobretudo no que diz respeito às imagens ligadas a cores que utiliza para isso. Ainda, suas frases curtas em meio a trechos mais longos funcionam bem para causar impacto no leitor, justamente por aumentarem a intensidade e a sensibilidade das cenas descritas. E é preciso dizer, também, que as cenas de conteúdo erótico são escritas com delicadeza e paixão, trazendo todo o romantismo que delas emana.

Ao mesmo tempo, contudo, acredito que outros momentos menos emocionalmente carregados da narrativa, principalmente os diálogos, poderiam ter sido mais bem trabalhados, por terem me soado como a de alguém ainda em estágios mais iniciais de desenvolvimento e aprimoramento como escritor.

sorrisos-quebrados-sofia-silva-minha-vida-literaria3

Também, alguns detalhes da construção da história e algumas ideias transmitidas acabaram me incomodando e diminuindo meu apreço por Sorrisos Quebrados. Senti falta de maiores explicações sobre como Paola foi socorrida após ter sido agredida pelo marido ou mesmo mais informações sobre sua atual relação com seus pais (há uma única menção a eles na história), detalhes que, mesmo sendo detalhes, dão uma contextualização melhor à trama e a tornam mais completa. Ainda, considerando toda sua dificuldade emocional quando a história se inicia, achei que houve um rápido desenvolvimento de sua melhora a partir de certo ponto do enredo. Sobre as ideias transmitidas pela história, me incomodou o fato de como alguns aspectos foram trabalhados, já que estão intimamente ligados a minha visão de mundo.

Por exemplo, Paola se culpa e se considera fraca por ter estado em um relacionamento abusivo, e não é apresentada a noção de que permanecer não é sinônimo de fraqueza, o que pode ser bastante prejudicial, já que essa noção de fraqueza existe em nossa sociedade e impede que muitas mulheres recebam a ajuda necessária para saírem de relacionamentos assim ou de se reconstruírem quando conseguem se libertar. Também, por sua autoestima ter sido destruída nesse relacionamento, sua imagem de si é distorcida, e não por suas cicatrizes, mas por seu corpo excessivamente magro e fora dos padrões. Mesmo que fique claro o quanto ela se sinta bela ao lado de André, há repetidamente a menção dela ser fora dos padrões – e até mesmo de ser feia -, mas que tanto ela quanto ele aprenderam a valorizar o que importa, e não simplesmente a valorizar seu corpo. O problema aqui é que, dessa maneira, não é trabalhada a ideia de real aceitação, de alguém que entende que seu corpo não é problemático por estar fora de padrões. O que é transmitida é a mensagem de que se deve se aceitar, apesar do corpo que se tem – o que, indiretamente, reforça a noção de que há um problema com esse corpo.

sorrisos-quebrados-sofia-silva-minha-vida-literaria2

É importante reforçar que esses e alguns outros aspectos não citados foram controversos para mim justamente por estarem atrelados a minha visão pessoal de mundo. Não acredito que essas impressões sejam compartilhadas pela maioria dos leitores ou que se sobressaiam à carga emocional da trama. Como mencionei, há belíssimas passagens construídas por Sofia Silva, certamente responsáveis por angariar leitores fervorosamente apaixonados por Sorrisos Quebrados. Porém, na posição de alguém que teve uma experiência de leitura notadamente diferente da maioria, achei necessário especificar alguns dos meus problemas com a história para justificar o fato de não ter apreciado tanto assim a leitura – até porque estava com muitas expectativas e não encontrei algo que atendesse ao que esperei ou que me fizesse ter uma reação similar à maioria dos leitores.

Aos que focarem na mensagem de que é possível seguir em frente após ter vivenciado um verdadeiro inferno e mergulharem na beleza das passagens românticas entre Paola e André ou se deixarem iluminar pela graciosidade vibrante de Sol, a leitura muito provavelmente será delicada, emocionante e tocante. Aos que se deixarem afetar por pontos como os que, infelizmente, não consegui ignorar, a experiência pode ser um tanto quanto diferente.

Outros livros da série Quebrados

serie-quebrados-sofia-silva





Deixe o seu comentário

19 Respostas para "[Resenha] Sorrisos Quebrados – Sofia Silva"

Leticia Golz - 31, janeiro 2017 às (09:17)

Oi, Aione
A maioria dos leitores se renderam mesmo a leitura de Sorrisos quebrados. Fiquei até curiosa, pois parecia ser linda. Mas gostei de sua visão sincera. Algumas coisas ficam difíceis de deixar passar mesmo para avaliar a história.
Não sei se um dia lerei esse livro, mas vou me recordar desses detalhes.

Responder

Mi - 31, janeiro 2017 às (10:43)

Aione, minha visão foi diferente. Adorei esse livro do começo ao final.
Sofia Silva, talvez por ser portuguesa, escreve com jeito diferente e isso me encantou muito.
Tenho que concordar que a autora escreve com muita intensidade, drama e romance. As cenas íntimas fogem do que estou acostumada e me surpreendi.
Para mim foi uma leitura muito linda e tocante.

Responder

Flor literária - 31, janeiro 2017 às (11:09)

Também li por curiosidade e amei esse livro. Não interpretei como você, pelo contrário, a autora passa mensagem que temos que olhar para nós e ver quem realmente somos. Aceitação sim. Paola não se amava, não era amada e para amar seu corpo como ele é precisou ter essa aceitação. Essa é minha visão.
Ninguém passa de ódio para amor, tem um intermedio e aceitação foi para Paola isso.
Um livro muito lindo sem duvida.

Responder

Giulia - 31, janeiro 2017 às (11:22)

Oi, Aione!
Não conhecia o livro, comecei a me interessar no início de sua resenha, mas acho que as coisas que incomodaram você talves também iriam me incomodar…
Mas sem dúvidas, parece ser um livro com uma mensagem bonita, fiquei um pouco curiosa sobre ele 🙂

Beijos,
Giulia | 1livro1filme.com.br

Responder

suzana cariri - 31, janeiro 2017 às (12:11)

Oi!
Não sabia que essa historia fazia parte de uma serie, mas achei interessante temos cada livro falando de traumas na vida dos personagens, gostei muito da historia desse livro, estou vendo muitos comentários sobre ele que logo me deixou bem curiosa para acompanhar a historia, e mesmo tendo alguns pontos que não foram tão desenvolvidos, quero ver se pego esse livro para ler !!

Responder

Marta Izabel - 31, janeiro 2017 às (12:15)

Oi, Aione!!
Li o final do ano passado esse livro. Gostei da história mas também senti esses pontos que você falou na resenha. Não que seja um livro ruim pelo contrário a história é maravilhosa!! Fiquei apaixonada pela pequena Sol!! Gostei bastante da história só pecou um pouco mais mesmo assim Sorrisos quebrados é uma história linda!!
Beijoss

Responder

Rossana Batista - 31, janeiro 2017 às (12:54)

Poxa, que pena que a história não vem com tantos destalhes assim. Eu já tinha ficando curiosa pra saber como que ocorreu tudo após o ataca do seu marido e saber que não vou ver isso me deixa triste. Eu gosto de ler histórias profundas e de reconstrução da vida de personagens. Na luta pela mudança. Espero ler!

Responder

Aciclea Vieira - 31, janeiro 2017 às (12:55)

Aione,a sinopse me chamou bastante atenção.Gosto muito de histórias que apresentam superação.Achei interessante o casal ser conectado através de Sol,a filha do protagonista.Gosto de histórias com carga dramática.Amei saber a forma que são descritas as cenas românticas.Pena que algumas partes ficaram mal explicadas e outros aspectos foram controversos a você.Isso sempre acontece de acordo com o que ficamos e/ou esperamos.Irei conferir .😘❤

Responder

Anna Mendes - 31, janeiro 2017 às (14:36)

Oi Aione! Adorei a resenha!
Eu não conhecia esse livro, mas gostei da premissa e me apaixonei pela capa do livro. Parece ser uma história envolvente, emocionante e repleta de ensinamentos, e eu gosto de livros que trazem isso e que me fazem refletir. Eu entendo o seu ponto de vista também, porque há detalhes que fazem muita diferença na obra como um todo.
Bjos!

Responder

Roberta Batista - 31, janeiro 2017 às (18:35)

Ainda bem que o conteúdo erótico não significam só sexo. Gosto muito quando há todo um desenvolvimento que leva a isso e que leva a sentirem algo forte um pelo outro. eu espero que a leitura pra mim possa ser bem significativa porque tenho criado um grande expectativa com esse livro. A verdade é que cada um tem a sua experiência de leitura.

Responder

Nicoli Vieira - 31, janeiro 2017 às (20:40)

Aione, não havia conhecido esse livro e nem a série que o compõe, mas posso dizer que gostei bastante da premissa, o modo em que tu foi encaixo. Concordo com você, logo que comecei a ler a resenha e você disse que ela foi agredida fisicamente, fiquei imaginando como, onde, como as socorreram, como a família dela reagiu à isso, meros detalhes fazem uma grande diferença. Mas com certeza seria uma leitura ótima, espero poder lê-lo.

Responder

Ana I. J. Mercury - 31, janeiro 2017 às (20:43)

Oi Aione,
parabéns pela linda e sincera resenha!!!
Eu fiquei admirada com a história triste e pesada e muito curiosa para ler, porém, também fiquei com um certo receio, pois vi tantas pessoas amando, que acho que eu mesma, não vou gostar kkkkkkk
Quero muito ler e conferir.
Apesar de tudo, acho que a história da Paola pode nos trazer boas reflexões.
bjss

Responder

Joana - 31, janeiro 2017 às (21:43)

Oi, Aione
Li Sorrisos Quebrados é simplesmente amei a história. Não senti necessidade em saber esses detalhes porque senti que o objetivo foi saber como 3 pessoas quebradas podiam amar novamente.
Pequena Sol roubou as cenas. Muito amor e delicadeza em tudo.

Responder

Rudynalva Correia Soares - 31, janeiro 2017 às (22:00)

Aione!
Bem pontuado todos seus questionamentos e ainda acrescento que essa ideia de que está tudo bem com a magreza dela, quando está ao lado dele, me passa a impressão de dependência. E se algo não der certo no relacionamento e ele terminar, como ela ficará? Ainda mais traumatizada, né?
Gostaria mesmo assim de ler para apreciar como todo tema foi desenvolvido.
Desejo uma ótima semana!
“Na juventude deve-se acumular o saber. Na velhice fazer uso dele.” (Jean-Jacques Rousseau)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Responder

thaynara ribeiro - 31, janeiro 2017 às (22:39)

Já conheço a série do wattpad e acompanhei um pedaço do primeiro, mas depois tive um problema com o aplicativo e parei de ler
Amei a resenha. gosto muito de recomeços e novas chances para o amor

Responder

Kemmy Oliveira - 31, janeiro 2017 às (22:49)

Aione, não conhecia o livro e achei a capa muito bonita e a premissa instigante.
Acho importante você ressaltar esses pontos negativos da obra, mas creio que eu nem perceberia isso dos pais, por exemplo.
Os diálogos mal construídos parecem ser comuns de escritores iniciantes rs
Apesar dos pontos negativos fiquei bem curiosa para conferir a obra!
Beijos

Responder

camila rosa - 31, janeiro 2017 às (23:12)

Oi Aione, tudo bom?
Gostei da resenha, ainda não tinha ouvido falar do livro, porém fiquei interessada em ler, mas confesso que não pretendo dar uma chance agora, gostei muito da sua opinião e realmente não se ter uma visão de vida parecida com o livro influencia muito na sua opinião sobre ele no final.
Beijos *-*

Responder

Sonia - 01, fevereiro 2017 às (14:05)

Oi Aione
Vim correndo ler essa sinopse, pois ainda não li nenhuma história da Sofia, apesar de te-la conhecido ano passado em minha passagem pelo Porto-Portugal.
Como ela estava postando no wattpad esperei concluir para ler e ao saber que seria lançado o ebook, resolvi esperar também.
A Sofia é uma pessoa muito linda, adorei as horas que passamos conversando e trocando impressões dos livros e histórias de lá e daqui. Ela é generosa, atenciosa e prestativa, foi comigo até a estação de trem no meu retorno a Lisboa!
Masss, como eu disse pessoalmente a ela, estava com medo de ler sua história, pois entendi que a carga dramática é grande e tem muita sofrênia, o que eu particularmente não gosto… então ela disse: – Minhas histórias sempre vão ter um final feliz !
Foi bom ter um posto de vista diferente daqueles que tanto leio, todas apaixonadas e encantadas com a história e vou ler quando estiver no “espírito” ! rs
Enfim, acredito que o sucesso que ela vem alcançando seja merecido e torço muito por ela !
bj

Responder

Clarice Prudencio - 01, fevereiro 2017 às (16:49)

Oi Aione.
Fiquei muito curiosa com a resenha e baixei na Amazon.
Estou lendo e amando. Não conhecia a autora.
A capa é linda e todo colorido do livro.
Estou gostando da escrita com trechos como falou na resenha.

Responder

Últimas Resenhas

Calendário de posts

janeiro 2017
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por