[Livros Na Telona] Antes de Dormir - S.J. Watson | Minha Vida Literária
01

fev
2017

[Livros Na Telona] Antes de Dormir – S.J. Watson

Livros Na Telona é uma coluna na qual analiso filmes que foram baseados em livros!

antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria-banner

Sobre o Livro

antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria

Título: Antes de Dormir
Autor: S.J. Watson
Editora: Record
Número de Páginas: 400
Ano de Publicação: 2012
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ Americanas ♥ Submarino

Antes de Dormir é o romance de estreia de S.J. Watson e estava em minha lista de leituras há muito tempo, principalmente após o lançamento do filme nele baseado. Prometendo ser um thriller psicológico de destaque no gênero, confirmou minhas expectativas sobre ele e me proporcionou uma leitura rápida, instigante e envolvente, além de ter me mantido até o fim no desconhecimento de sua revelação.

antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria1

Christine sofreu um trauma que a deixou amnésica: ela é capaz de reter memórias ao longo de um dia, que são apagadas após ela entrar em sono profundo. Dessa maneira, ela se lembra de flashes de sua vida até cerca de seus vinte e poucos anos, mas de nada após isso. Aos 47 anos, ela precisa descobrir, dia após dia, repetidamente, sua atual condição. Porém, ao começar um tratamento em segredo com um neuropsiquiatra, ele recomenda que ela escreva um diário, sobre o qual o médico a lembra todos os dias, a fim de registrar sua rotina diária e estimular o progresso de sua mente. E, com isso, ela começa a descobrir mentiras de Ben, seu marido, e não sabe se ele esconde segredos para protegê-la ou por algum outro motivo que ela não é capaz de imaginar qual seria.

Antes de Dormir é dividido em três partes, todas narradas em primeira pessoa pela perspectiva de Christine: na primeira, que traz o presente da protagonista, somos apresentados juntamente dela de suas circunstâncias, bem como do fato de que ela têm registrado sua vida em um diário; na segunda e maior parte, retrocedemos duas semanas no tempo, para quando a protagonista começou seus registros e, através deles, conhecemos sua história; na terceira e última, retornamos ao presente de Christine, que se desenrola após a leitura do diário e conhecimento de todos os fatos apresentados até então.

antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria3

A condição da personagem já funciona como fator atrativo por si só. Ao mesmo tempo que nos sentimos curiosos para descobrir os aspectos de sua vida dos quais ela não se lembra, intensificados pelo alerta de que Ben não é confiável, ficamos, também, fascinados pelo horror de sua realidade. Foi impossível não me colocar em seu lugar e sentir os choques que ela repetidamente sente ao se dar conta das consequências de sua amnésia.

Ainda, S. J. Watson construiu o enredo de maneira a manter sempre o suspense, de forma que não fui capaz de descobrir a verdade por detrás dos fatos. Cogitei inúmeras resoluções e até mesmo consegui imaginar a que se daria como real; contudo, não considero o livro previsível, já que essa foi só uma dentre as tantas hipóteses que cogitei. Até que a conclusão em si se apresentasse, eu não fazia ideia do caminho que o enredo de Antes de Dormir seguiria.  

antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria2

De maneira geral, Antes de Dormir foi uma excelente leitura de thriller psicológico por reunir os principais ingredientes do gênero: uma leitura envolvente e fluida, recheada de suspense e das dúvidas sobre o que seria real, o que estaria acontecendo na mente da protagonista e o que estaria sendo encoberto por seus esquecimentos. Foi um daqueles livros que eu não só não queria parar de ler, como também não conseguia largá-lo.

 

Sobre o Filme

filme-antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria1

Adaptado para os cinemas em 2014, Antes de Dormir traz um elenco de peso nos papéis principais de Christine e Ben Lucas: Nicole Kidman e Colin Firth. Logo nas primeiras cenas, algumas diferenças de filme para livro ficam evidentes e preparam o leitor para possíveis alterações do enredo original.

filme-antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria5

A começar, há mudança na idade das personagens e nos anos em que os acontecimentos se dão, de maneira a diminuir a cronologia da trama e deixá-la compatível com os dias atuais, já que, no livro, a história acontece em 2007. Assim, fica subentendido que muitos dos  acontecimentos originais ou serão ocultados do filme ou serão modificados, o que é compreensível se levarmos em conta que, nas telas, tudo deve ser mais rápido, ágil e menos detalhado do que em um livro. Os roteiristas, então, precisam aglutinar os acontecimentos mais relevantes para fazer a transposição das páginas para as telas.

filme-antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria6

Não foram esses os acontecimentos, entretanto, que me incomodaram na adaptação de Antes de Dormir, mas o formato narrativo que, para mim, é a essência da história. No livro, Christine registra seus dias em um caderno, e conhecemos os fatos exclusivamente pelo que ela registrou. No filme, entretanto, ela faz uso de uma câmera. Só isso já impossibilitaria a mesma perspectiva do livro, uma vez que, se assistíssemos ao que ela gravou, teríamos apenas a sua voz, e não imagens de suas lembranças. Por consequência, temos a demonstração das cenas como elas realmente acontecem, como se houvesse um observador externo captando os acontecimentos, e, em alguns momentos, vemos Christine relatando em sua câmera as descobertas do dia. Não há, portanto, o caráter psicológico da história, já que ela não é demonstrada a partir da mente de Christine. Somente alguns flashes são indicativos de suas lembranças.

filme-antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria4

Ainda, a desconfiança de Christine sobre Ben me pareceu forçada no filme e pouco explicada, sendo que, no livro, ela é bem desenvolvida e pertinente com seus sentimentos de confusão sobre acreditar ou não no que ele lhe diz. Minha sensação ao assistir foi de que essa desconfiança simplesmente foi jogada ao espectador para que ele passasse, também, a desconfiar, mas sem algo que realmente a justificasse, ao menos no momento em que ela aparece.

filme-antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria2

Outra alteração, já parte das revelações finais, deixou o filme bastante aquém do livro. Há uma reviravolta nos acontecimentos que é impossibilitada no filme justamente pelo fato de não estarmos partindo das lembranças de Christine. Assim, o que é extremamente surpreendente no livro, no filme surpreende com menos intensidade, pela ordem com que é apresentado. Uma pena, considerando-se o potencial de revelação original.

filme-antes-de-dormir-sj-watson-minha-vida-literaria3

Em linhas gerais, talvez eu tivesse gostado mais de Antes de Dormir, se não tivesse feito a leitura prévia da obra de S. J. Watson. De qualquer maneira, acredito que teria achado o filme mediano, sem grandes destaques, mesmo sem ter lido o livro, ao passo que adorei a leitura. Não considero que a adaptação tenha feito jus ao original, mesmo que tenha trazido seus principais acontecimentos, e recomendo sem sombra de dúvidas que, se possível, o livro seja lido anteriormente ao contato com o filme.

 

Assista ao Trailer!

 





Deixe o seu comentário

16 Respostas para "[Livros Na Telona] Antes de Dormir – S.J. Watson"

Aciclea Vieira - 01, fevereiro 2017 às (11:45)

Aione,que bom que a leitura foi instigante e envolvente e tenha mantido em segredo o seu desfecho até o fim.Amei a sua forma de escrita e o fato da protagonista escrever um diário de sua memórias e dos fatos que acontecem,pois a cada dia que acorda não se lembra do que viveu,achei uma ótima sacada do autor,o livro está na minha lista,pena o filme sofrer modificações,sei que na maioria das vezes se faz necessário,mas mesmo assim não me acostumo.Com certeza lerei o livro ,antes de ver o filme.😘😘❤

Responder

Lili Aragão - 01, fevereiro 2017 às (14:52)

Oi Aione, não conhecia o livro ou o filme e acho que ambos tem qualidades, apesar do filme possuir algumas diferenças (importantes) em relação ao livro. Fiquei bem interessada no livro que parece conter um suspense de “roer as unhas”, onde muitas opções são criadas na mente do leitor e no final somos surpreendidos, já o filme só por ter atores de peso já vale dar uma conferida, mas eu demoraria um pouco entre ver e ler, pois eu fico muito mais critica e acabo desgostando de detalhes e não me envolvendo tanto. então acho que vou gostar mais se ver o filme antes de ler o livro, que foi o que vc disse ao final e que poderia ter feito alguma diferença na nota que vc deu ao filme. Ótima dica 😉

Responder

Lidiane - 01, fevereiro 2017 às (16:10)

Oi Aione!
Sou apaixonada com esse livro, li ele já e tive vários sentimentos.

http://www.paginadaleitura.blogspot.com.br

Responder

Caroline Garcia - 01, fevereiro 2017 às (16:11)

Confesso que não sou muito chegada em livros e filmes com esse tema de “thriller psicológicos”.
Sou mais daquelas que curte um romance leve rsrs
Mas tenho que admitir que o que conheci aqui me deixou bem interessada.
Não sabia nada sobre a obra e sobre o filme. Parece ser uma história e tanto.
Daquelas que consegue nos prender do início ao fim.
Gostei demais da sua opinião e quem sabe em breve não tenha a oportunidade de conhecer essa história?
Beijos,
Caroline Garcia

Responder

thaynara ribeiro - 01, fevereiro 2017 às (18:43)

Já li outras resenhas e comentaram a mesma coisa sobre o filme: que a cara da história era o registro no diário e estar na cabeça da personagem e o filme acabou perdendo um pouco do abalo psicológico com isso. Gostei da resenha do livro e o leria, mas quero assistir o filme primeiro

Responder

Gabi Theis - 01, fevereiro 2017 às (21:19)

Eu já tinha ouvido falar do filme, mas nunca cheguei a assistir. Eu tinha gostado bastante da sinopse, vi quando havia lançado, não imaginava que tinha livro. Deve ser bom, nunca tinha me aventura a suspenses, tipo thrillers, mas uns dias atrás li um livro do Harlan Coben e gostei bastante (acredito que o genêro seja parecido). Quando puder, lerei esse.
Bjos

Responder

Rudynalva Correia Soares - 01, fevereiro 2017 às (23:41)

Aione!
O livro parece realmente um verdadeiro thriller psicológico, carregado de tensão, fiquei até arrepiada com a leitura da resenha.
Imagina você acordar diariamente sem se lembrar de nada, vixe!
E gosto do esquema que usa diário, sempre registra detalhes importantes.
Quanto a adaptação… tem um elenco de peso e o trailler me deixou um tanto tensa, mas como falou, é totalmente diferente a forma do registro diário através de fotografias. Ainda assim gostaria de assistir.
“Saber interpor-se constantemente entre si próprio e as coisas é o mais alto grau de sabedoria e prudência.” (Fernando Pessoa)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

Responder

Milena Moreira - 02, fevereiro 2017 às (00:26)

Oii Aione, bom, não conhecia o livro nem o filme e o fato dela não se lembrar do seu dia me lembrou aquele filme com o Adam Sandler que não me recordo o nome, e adorei isso, sempre quis ler um thriller psicológico acho que vou adorar esse principalmente por ter filme mesmo não fazendo jus ao livro.

Responder

Leticia Golz - 02, fevereiro 2017 às (08:42)

Oi, Aione.
Um filme dificilmente supera um livro, né? É raro rs
Sabendo que têm tantas coisas que foram alteradas, acho que gostaria de ler o livro primeiro, embora esteja bastante curiosa pelo filme depois desse trailer rs

Responder

Palavras e Notas - 02, fevereiro 2017 às (10:03)

Olá, Aione! Eu já conhecia o livro desde a época em que foi lançado e sempre quis ler, thriller psicológico sempre me chama atenção e a premissa desse é mais do que interessante.

É triste saber que as alterações filme-livro voltam a acontecer nesta obra também 💔 Imagino como deve ser diferente o modo de narração do filme, além dos outros detalhes mencionados. Sei que não irei ler tão cedo porque não tenho um exemplar e nem leio PDF, então vou me atrever a assistir o filme ;-;

Quem sabe eu não volto aqui para deixar minhas novas observações?

Abs.

Responder

Giulianna Santicioli - 04, fevereiro 2017 às (22:24)

Já assisti esse filme e achei bem mediano, nem sabia que era adaptação de um livro, quanto ao livro em si, parece ser bem legal, se no filme já ficava tentando imaginar o final, para quem leu o livro sem assistir o filme antes deve ser uma coisa que deixa uma curiosidade enorme, gostaria de lê-lo para fazer uma comparação com o livro, apesar de já saber somente pela resenha que o livro deve ser melhor que o filme.
Beijos!

Responder

Paloma Monteiro - 09, fevereiro 2017 às (13:05)

Esse livro está há um bom tempinho na minha lista de desejados ,ao lado do livro “No Escuro ” , toda vez que procuro listas com indicações de livros de suspenses esses dois são sempre citados. Assim como fiz com vários outros livros , prometi pra mim mesma que só vou assistir ao filme quando ler o livro, pq sempre que faço o contrario acabo achando a leitura desnecessária…. Amei sua resenha, serviu para acrescentar nas outras resenhas que já havia lido sobre este livro….

Responder

Adriana Holanda Tavares - 09, fevereiro 2017 às (15:32)

Que legal sua resenha, você foi muito sincera, gosto de resenhas assim. Não sei se leria o livro, não por não ter gostado tanto mas minha lista de livros para ler esta um pouquinho grande além disso como saiu o filme vou assistir, mesmo você dizendo que não foi muito bom!
Um beijo.

Responder

Kris Soares - 09, fevereiro 2017 às (21:00)

Mesmo não sendo meu gênero preferido, essa foi uma das melhores leituras que fiz ano passado. Sua resenha descreve perfeitamente tudo que senti durante a leitura. Narrado pela protagonista em primeira pessoa proporcionou com que eu fosse tendo as mesmas desconfianças e descobertas junto com ela, achei isso muito legal. O filme ainda não assisti, mas já vou sem muitas expectativas.

Responder

Alison de Jesus - 11, fevereiro 2017 às (18:40)

Olá. não conhecia este livro e sua adaptação para os cinemas, mas já fiquei bem interessado porque ficamos curiosos para saber sobre o passado da protagonista, Sempre ficamos decepcionados com os filmes pois imaginamos a história tão perfeita em nossas mentes que nada supera. Beijos.

Responder

Rissia Ribeiro - 14, fevereiro 2017 às (01:27)

Eu não fazia a minha ideia da existência desse livro e mesmo não sendo o meu tipo de leitura preferido, eu curto muito mais uma fantasia ou um sobrenatural, mas o enredo até que foi bem interessante e chamou a minha atenção. Não posso imaginar como a protagonista se via ao não ter todas as suas memorias e ainda mais depois de ver elas voltando gradativamente o sensação de não pode continuar confiando no marido, não sei nem o que pensa pelo o que ela passou e pelas coias que descobriu que você não pode colocar na resenha. Agradeço muito pela resenha e pela ótima dica de literária que você nos deu.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por