[Livros Na Telona] Antes Que Eu Vá - Lauren Oliver | Minha Vida Literária
12

jul
2017

[Livros Na Telona] Antes Que Eu Vá – Lauren Oliver

Livros Na Telona é uma coluna na qual analiso filmes que foram baseados em livros!


Sobre o Livro

Título: Antes Que Eu Vá
Autor: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 368
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♥ AmericanasSaraiva ♥ Submarino

Antes Que Eu Vá era uma leitura que eu desejava fazer há muito tempo, principalmente por ter adorado Delírio, outra obra de Lauren Oliver. Com o lançamento do filme, acabei tendo motivação suficiente para passá-lo na frente em minha lista de leituras.

Samantha Kingston tem tudo de que precisa: é uma das garotas mais populares do colégio, namora um dos garotos mais populares e têm as melhores amigas que poderia desejar. Até que, em uma sexta-feira como qualquer outra, Sam sofre um acidente de carro voltando de uma festa e morre. Porém, ela desperta novamente em sua cama, reiniciando seu último dia de vida, e fica sem entender o porquê disso estar acontecendo. Ela ganhou uma nova chance? Precisa mudar algo para se salvar? Conforme ela começa a repetidamente despertar no fatídico dia, sua concepção – e compreensão – sobre si mesma e os demais que a rodeiam passa a se modificar de maneira inédita em sua vida.

Em primeira pessoa, a escrita de Lauren Oliver proporciona não apenas um rápido envolvimento com a leitura, mas também passagens bastante reflexivas – consequência não só da trama como um todo, mas principalmente da sensibilidade da narrativa, que resulta em inúmeras frases de impacto ao longo da leitura.

O ponto alto de Antes Que Eu Vá está justamente na mensagem transmitida. Sam é uma personagem que, inicialmente, muito facilmente desagrada, por conta de suas atitudes impensadas em sua posição privilegiada de popular. Contudo, conforme a protagonista amadurece na trama, ela passa a enxergar tudo e todos ao seu redor com outra perspectiva, e é por ela que, também, passamos a refletir. Assim como em Os 13 Porquês, de Jay Asher, aqui temos a noção do quanto nenhum de nós sabe, com certeza, aquilo pelo que o outro está passando, de forma a não ser possível mensurar como nossas atitudes podem ou não impactar a vida de outra pessoa (além da nossa própria).

Apesar de ter gostado da leitura e da mensagem por ela transmitida, ainda assim achei partes da trama um pouco cansativas. Como Sam revive seu dia sete diferentes vezes, o cenário da história acaba não sendo variável, bem como os acontecimentos em si. Há sim episódios diferentes em cada uma de suas vivências, mas como tudo gira ao redor da escola e de sua vida como estudante, não há muita variedade tanto no que pode acontecer quanto nas percepções que ela tem. É como se houvesse uma mesma mensagem sendo contada de diferentes maneiras, e isso pode ser um pouco cansativo. Contudo, vale dizer que o final de Antes Que Eu Vá me surpreendeu. Eu não esperava que ele seria como é, mas sim outra resolução, de forma que, dessa maneira, o livro ganhou mais um ponto positivo comigo.

Em linhas gerais, Antes Que Eu Vá foi uma leitura sensível e com uma mensagem importante, ainda que não tenha sido um dos meus favoritos entre outros semelhantes. Ainda assim, aos fãs de YA que abordam temáticas como bullying, autodescoberta e a importância de se enxergar as pessoas além dos rótulos que elas trazem consigo, a leitura é mais do que recomendada.

 

Sobre o Filme

A adaptação de Antes Que Eu Vá foi uma das estreias de 2017 e traz Zoey Deutch no papel principal. Sendo bastante fiel ao original, não só retrata as principais cenas do livro, como quase não realiza modificações com o que nele acontece (apenas omite algumas passagens menos relevantes), o que é bastante positivo para seus leitores e entusiastas.

Assim como o livro traz a sensação de repetição e, até mesmo, se torna um pouco cansativo, o filme também tem seus momentos, sendo mais parado em sua quase toda extensão. Ainda, assim como no livro é bastante previsível a necessidade de amadurecimento de Sam, isso fica completamente evidente no filme, de forma que sua mensagem já é esperada desde as primeiras cenas.

Ao mesmo tempo em que gostei da maneira de como as amizades, no filme, foram apresentadas (principalmente porque elas são centrais no enredo), fiquei com a sensação de que o filme pecou em retratar as personagens, no sentido de que, principalmente Lindsay (melhor amiga da Sam), parece muito mais maniqueísta na adaptação do que, de fato, um ser complexo. É mais fácil enxergá-la como alguém ruim, no filme, sem realmente compreendê-la, como o livro possibilita.

Ainda assim, o filme cumpre seu papel não só como adaptação, mas também dentro de seu próprio nicho (de filmes adolescentes com uma importante mensagem a ser trabalhada). Há passagens bastante bonitas, além dele proporcionar um bom entretenimento a quem procura algo mais leve e, ainda assim, sensível.

De modo geral, minhas impressões sobre Antes Que Eu Vá foram positivas, tanto como filme em si, isoladamente, quanto como uma adaptação, e acredito que o filme não só é capaz de agradar o público a quem se destina como também os fãs do livro, especificamente.

 

Assista ao Trailer!

 





Deixe o seu comentário

8 Respostas para "[Livros Na Telona] Antes Que Eu Vá – Lauren Oliver"

Fabiana Roberta - 12, julho 2017 às (21:20)

Oi Aione já faz bastante tempo que li este livro mais sei que gostei bastante ,também li porque tinha gostado muito de Delírio e fiquei curiosa com este novo livro da autora e ela não decepcionou ,agora o filme só poderei opinar quando chegar em dvd porque como moro no interior e aqui só passa filmes badalados ainda não deu pra assistir.
Bjs

Responder

Nayane Evylle - 13, julho 2017 às (18:30)

Oi Aione.
Eu não li o livro justamente por conta dessa repetição e por ter lido muitos livros do gênero, não me motiva mais ler livros assim.
Eu ainda não assisti o filme e não tenho muita vontade. Na verdade não sei pq, pois eu gosto de temas que são abordados na história: bullying, autodescobrimento e preconceito.
Eu ainda não li nada da autora, mas quero muito ler Delírio.
Abraço!

Responder

beatriz rosa - 13, julho 2017 às (19:36)

Oi Aione!
Sou apaixonada por adaptações literárias, mesmo que algumas não me agradem muito, amo ver livros que adoro no cinema.
Adorei a premissa desse livro, mas não sei se iria gostar de ler por grande parte dele se passar em um cenário e ela reviver o mesmo dia varias vezes, isso poderia ser um tanto cansativo pra mim, mas acho que irei assistir o filme assim que tiver a oportunidade, e se eu gostar talvez dê uma chances para o livro!

Responder

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 17, julho 2017 às (22:02)

Aione!
O livro também está na minha lista de desejados.
Deve ter sido uma tormenta ficar revivendo o mesmo dia várias vezes até desvendar o mistério de tudo que aconteceu com ela.
Quero ver a adaptação cinematográfica também, ainda mais porque parece bem fiel ao livro.
Uma semana esplendorosa!
“O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.” (William Shakespeare)
Cheirinhos
Rudy
TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

Responder

Michelli Prado - 22, julho 2017 às (10:07)

Este é com certeza um livro muito desejado, assim como poder conferir o filme. Mas quero poder ler antes de ver ele. Ainda não tenho ele na estante e nunca li um livro com esta temática, então acho bacana você comentar sobre este detalhe da repetição dos acontecimentos. Creio que deve ter uma mensagem lindo e estou mega curiosa para saber que acontece com ela. Espero poder conferir em breve. Beijoo♥

Responder

Lana Silva - 27, julho 2017 às (08:48)

Quero muito poder assistir a este filme, mas primeiro irei ler este livro, que mesmo que pareça ser cansativo, pelo fato de revivermos várias vezes as mesmas cenas, com as mesmas pessoas, ainda sim acredito que poder acompanhar este desenvolvimento, e o amadurecimento da personagem e algo que nos deixa envolvido na leitura, eu mesma estou bastante curiosa para saber qual será o desfecho da estória, e como certo torço para um final feliz, que acho que não ira acontecer.

Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros “O Casal que mora ao lado” e “Paris para um e outros contos”.
http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

Responder

Mariana Paiva - 28, julho 2017 às (17:49)

Li o livro há uns 4/5 anos atrás. Eu lembro que gostei. Achei bem legal a forma como foi retratado quem você quer ser, quem você pode ser, o quanto você influencia na vida de uma outra pessoa. Acho que é uma leitura super válida e importante para principalmente os adolescentes. Eu não achei o livro cansativo, mesmo repetindo várias vezes. Acho que é porque eu gosto disso de voltar no tempo, reviver o mesmo dia.
Eu gostei bastante do final (e já li a opinião de várias pessoas que não gostaram), na minha opinião foi inesperado.
Assisti ao filme e fiquei satisfeita. Gostei dos atores escolhidos, mas concordo com o que você disse sobre a melhor amiga da Sam, também tive essa impressão de que era mais fácil ver ela como uma pessoa ruim.
Mas como um todo eu gostei bastante do filme sim, foi bem legal de assistir. Um filme leve, mas que faz ainda assim você refletir.

Responder

Lily Viana - 28, julho 2017 às (18:38)

Olá Aione!
Que bom que o filme foi fiel ao livro, muitas adaptação feita de livros acabam deixando nós leitores com raiva ou até mesmo triste. Gostei muito da resenha, eu tenho muita vontande de ler esse livro, estar em minha lista já faz tempo e claro que fala sobe um tema bastante delicado e meio complicado porque muitos sofrem com isso.
Espero gosta bastante do filme!

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por