[Resenha] Polícia (Harry Hole #10) – Jo Nesbo | Minha Vida Literária
01

set
2017

[Resenha] Polícia (Harry Hole #10) – Jo Nesbo

Título: Polícia
Autor: Jo Nesbo
Editora: Record
Número de Páginas: 546
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraiva ♥ Submarino

A polícia de Oslo precisa desesperadamente de Harry Hole. Mas, dessa vez, talvez ela não possa contar com seu detetive mais brilhante…. Ao longo dos anos, o inspetor Harry Hole esteve envolvido nos principais casos de assassinato em Oslo e salvou a vida de muitas pessoas. Mas, quando um assassino brutal ataca os policiais da cidade e seus colegas são expostos ao perigo, Harry não se encontra em posição de proteger ninguém – muito menos a si mesmo.

Um investigador aposentado é assassinado de modo brutal em um bosque nos arredores da cidade; um detetive é morto com requintes de crueldade. Ambos são encontrados nos locais dos crimes que não foram capazes de solucionar. E o assassino não para por aí. Funcionando como uma força-tarefa, os amigos de Harry na polícia entram em ação. Apesar da falta de pistas, eles contam com uma ajuda inesperada para deter o assassino antes que seus colegas sejam as próximas vítimas.

Depois do angustiante final de O Fantasma, Polícia, décimo livro da série policial de Jo Nesbo protagonizada por Harry Hole, chega com o mesmo clima da finalização de seu antecessor e se faz uma leitura eletrizante do início ao fim.

Policiais começam a ser mortos em cenas de crimes não solucionados e em situações semelhantes aos casos anteriores, de maneira que o grupo de policiais amigos de Harry Hole precisa se reunir para investigar e deter o assassino.

Assim como nos demais livros da série, a narrativa se dá em terceira pessoa, intercalando a perspectiva das mais diversas personagens. Assim, o leitor tem um panorama complexo sobre os acontecimentos, importante para formar toda a teia de pistas na qual cada caso se desenvolve.

Não sei se por estar motivada pelo nono volume, lido recentemente, ou pelo próprio enredo do décimo em si; o que sei é que Polícia foi, dentre os demais, de longe o que mais me prendeu durante a leitura. A narrativa é completamente viciante, ao passo que o caso fisga o leitor desde o início. Foram diversos os acontecimentos e reviravoltas, e me senti virando as páginas enfurecidamente, devorando a leitura e finalizando a história com os ombros doloridos, de tanta tensão e adrenalina acumuladas.

É verdade que alguns dos truques estilísticos de Jo Nesbo ficam evidentes, ainda mais após já ter lido vários de seus livros, de maneira que algumas de suas “pegadinhas” puderam ser percebidas e não causaram, talvez, a surpresa desejada; contudo, o panorama geral dos crimes foi bem sucedidamente mantido em segredo, e não fui capaz de descobrir quem os cometia ou o motivo preciso para cometê-los – apenas supus uma ideia geral e superficial – de modo que segui até o fim angustiada pela resolução e temerosa pelos possíveis acontecimentos. E Jo Nesbo não decepcionou em nada; pelo contrário, entregou um livro com uma trama extremamente bem estruturada, como de praxe, com personagens, no geral, complexas e bem trabalhadas, além das mais diversas sensações transbordando das páginas: senti medo, asco, apreensão, tristeza, alegria, emoção. De fato, talvez seja a habilidade de Jo Nesbo em dar vida às personagens que faz com que seus livros sejam igualmente vívidos.

No resumo, Polícia se tornou meu livro favorito da série até então, roubando rapidamente o posto que seu antecessor tão brevemente assumiu, por ter sido capaz de me fazer imergir por completo na leitura e ter despertado em mim, no decorrer das páginas, tantas sensações. Jo Nesbo habilmente deixou alguns ganchos para o próximo livro, Thirst, publicado este ano (e ainda sem lançamento no Brasil anunciado pela Record), mas conseguindo fechar a história trabalhada nele. E é claro que já não vejo a hora de embarcar em mais essa próxima leitura!

SÉRIE: HARRY HOLE


Observação: é possível ler os livros de maneira independente, já que cada um narra um diferente caso. Contudo, há o desenvolvimento da trajetória pessoal de Harry Hole, e aos que pretendem acompanhá-la, indico as leituras em ordem cronológica, partindo do primeiro volume e seguindo a ordem correta dos livros.





Deixe o seu comentário

13 Respostas para "[Resenha] Polícia (Harry Hole #10) – Jo Nesbo"

Fabiana Roberta - 01, setembro 2017 às (19:39)

Oi Aione o enredo deste livro até parece de um filme,não li nenhum livro desta série mais um dia ainda me aventuro e encaro um bom thriller quem sabe começando por este.
Bjs

Responder

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 01, setembro 2017 às (21:40)

Aione!
Nem aredito que ainda não li nenhum dos livros do autor e da série, tenho a maior curiosidade.
Pelo visto ele sabe escrever um bom livro policial que prende o leitor do início ao final, mesmo que sua forma de escrita seja até certo ponto um tanto previsível, mas acredito que com outros autores também são assim, pois ando relendo os livros da Agatha e depois que lê uns dois, já sabe toda dinâmica do que irá acontecer, o que não quer dizer que o livro não seja bom e não nos surpreenda, não é mesmo?
Desejo um mês repleto de realizações e um final de semana de alegrias.
“A sabedoria é um adorno na prosperidade e um refúgio na adversidade.” (Aristóteles)
Cheirinhos
Rudy
TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

Responder

Lili Aragão - 02, setembro 2017 às (14:29)

OI Aione, que bom é quando o autor consegue prender o leitor no décimo livro de uma série, isso com certeza empolga os novos leitores. Eu ainda não tive a oportunidade de ler os livros desse autor, mas tenho visto algumas publicações recentes que o indicam e lendo sua resenha agora fiquei oficialmente interessada 😉

Responder

Nayane Evylle - 03, setembro 2017 às (09:55)

Sempre quis ler essa série, porque adoro séries policiais, mas por ela ser tão gigante, acho que vai atrasar minhas atuais leituras. Adoro tramas que conseguem deixar suspense até o final e traz surpresas pro leitor. Crimes bem elaborados são um amor s2
Achei interessante ele trazer os policiais como as vitimas.
Obg pela indicação!

Responder

Alyce - 03, setembro 2017 às (11:54)

Não conhecia o autor e nem a serie, mas sua resenha me deixou com vontade de embarcar nessa aventura; principalmente na parte do “reviravoltas, e me senti virando as páginas enfurecidamente, devorando a leitura e finalizando a história com os ombros doloridos, de tanta tensão e adrenalina acumuladas.” , pois o que mais me interessa num livro, e creio que não só a mim, é a sua capacidade de me envolver de tal maneira que eu respire o livro, fale sobre ele em 80% do tempo e nos outros 20% torça para alguem tocar no assunto para eu poder falar mais (mean girls, um marco).Nunca tive interesse por livros sobre policial, ou misterios, mas o fato de nos instigar a tentar solucionar o caso me atraiu mais ainda. Mesmo que os livros possam ser lidos independentemente, todos parecem otimos, se parecidos com este, portanto pretendo ir atras de lê-los o mais rapido possivel; muito obrigada!

Responder

Nicole Longhi - 03, setembro 2017 às (22:05)

Olá Aione,
Sou super fã de livros policiais e não acredito que ainda não li esta série.
Adoro quando são eletrizantes e ainda bem estruturados.
Adorei dica, ótima resenha

beijinhos

Responder

Giulianna Santicioli - 04, setembro 2017 às (16:56)

Vou parecer muito desinformada se disser que ainda não conhecia nem o autor nem os livros? Gostei bastante da sinopse dele, costumo gostar de livros policiais, com suspense e assassinos a solta, ainda mais se o livro consegue nos prender do início ao fim, fiquei super curiosa para descobrir quem é o assassino e do jeito que sou, faria mil especulações e nenhuma dela s seria a certa.
Beijos!

Responder

Silvio - 13, setembro 2017 às (17:00)

Trata se da melhor série policial da atualidade. Jo Nesbo é o melhor escritor desse segmento.

Responder

Gabriela Souza - 13, setembro 2017 às (19:21)

Oi! Adoro livros desse gênero, mas to me sentindo bem desinformada por nunca ter escutado falar dessa série hahah Vou procurar resenhas do primeiro volume para conhecer melhor a história 🙂
Beijos

Responder

Franciele Débora - 13, setembro 2017 às (22:31)

Nossa como assim é o décimo livro de uma série? Pensei que fosse um livro só! E se pode ler eles de forma independente ou só em sequência? Adoro livros de investigação criminal e que ao decorrer do livro vai juntar as peças pra descobrir o que de fato aconteceu e chega ao final e é algo que nunca passou pela sua mente – já posso dizer o quanto já amo esse livro sem ao menos lê-lo? Bom saber também que é uma série grande, mas que os livros não são cansativos e sim de uma leitura bem electrizante.
Vou procurar saber mais desta série e compra-los.
Amei mesmo.
Obrigada pela essa dica maravilhosa!
Beijos.

Responder

Lily - 19, setembro 2017 às (09:58)

Olá Aione,
Quantos livros tem essa serie, até que fiquei bem curiosa e entusiasmada com essa leitura. O livro tem uma premissa muito maravilhosa, onde nós somos os investigadores para descobrir os assassinatos dos policias. A trama tem uma premissa incrível, um trilhe bem envolvente, com bastante suspense e mistério.

Responder

Lily Viana 19 set 2017

Ps: Nome Lily Viana, faltou escrever Viana.!

Responder

Maria Vitória - 19, setembro 2017 às (17:01)

Adorei a resenha. Já tentei ler livros policiais etc mas nenhum me fez querer. Eu quero muito ler um livro assim, de verdade, pra saber qual a experiência que você sente. Como você disse que o Harry ele desenvolve melhor ao longo do livro acho que vou comprar desde o primeiro. Quando eu comprar e ler eu volto aqui e digo o que achei.

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por