[Vídeo] Personagens Clássicas Modernizadas | Ensaio Fotográfico | Minha Vida Literária
30

out
2017

[Vídeo] Personagens Clássicas Modernizadas | Ensaio Fotográfico

Um dia de madrugada, Malu, minha melhor amiga, me envia uma mensagem: “Quero te produzir para um ensaio fotográfico. Você topa?” ela me disse. Apesar de ter estranhado a súbita proposta, aceitei e, de lá para cá, fomos acertando todos os detalhes.

Faríamos uma espécie de editorial de moda usando as roupas dela e tendo como tema personagens da literatura clássica, de maneira a modernizá-las. Chamamos nosso amigo fotógrafo, Felipe, para capturar os momentos e passamos boa parte do último feriado prolongado (12 e 14 de outubro) envolvidos na produção que vocês podem conferir abaixo.

No vídeo, mostrei o making off para que vocês pudessem ter mais noção dos bastidores, além de ter contado um pouco sobre cada personagem escolhida pela Malu. Coloquei aqui no post, também, algumas das fotos resultantes de mais essa experiência bancando a modelo. Espero que vocês gostem! Da minha parte, foi extremamente divertido, embora cansativo, e estou completamente apaixonada pelas fotos ♥

 

MAKING OFF


ENSAIO FOTOGRÁFICO

Gabriela (Gabriela, Cravo e Canela, Jorge Amado)

Quando os dois grupos se encontraram, no começo da viagem, a cor do rosto de Gabriela e de suas pernas era ainda visível e os cabelos rolavam sobre o cangote, espalhando perfume. Ainda agora, através da sujeira a envolvê-la, ele a enxergava como a vira no primeiro dia, encostada numa árvore, o corpo esguio, o rosto sorridente, mordendo uma goiaba.

Capitu (Dom Casmurro, Machado de Assis)

Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá idéia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca. Para não ser arrastado, agarrei-me às outras partes vizinhas, às orelhas, aos braços, aos cabelos espalhados pelos ombros, mas tão depressa buscava as pupilas, a onda que saía delas vinha crescendo, cava e escura, ameaçando envolver-me, puxar-me e tragar-me. Quantos minutos gastamos naquele jogo? Só os relógios do céu terão marcado esse tempo infinito e breve. A eternidade tem as suas pêndulas; nem por não acabar nunca deixa de querer saber a duração das felicidades e dos suplícios. Há de dobrar o gozo aos bem-aventurados do céu conhecer a soma dos tormentos que já terão padecido no inferno os seus inimigos; assim também a quantidade das delícias que terão gozado no céu os seus desafetos aumentará as dores aos condenados do inferno. Este outro suplício escapou ao divino Dane; mas eu não estou aqui para emendar poetas. Estou para contar que, ao cabo de um tempo não marcado, agarrei-me definitivamente aos cabelos de Capitu, mas então com as mãos, e disse-lhe, para dizer alguma cousa, que era capaz de os pentear, se quisesse.

Julieta (Romeu e Julieta, Shakespeare)

Oh!, fala uma outra vez, anjo brilhante,
Pois nesta noite tu és gloriosa
Como é no céu o alado mensageiro
P’ra os olhos revirados em espanto
Dos mortais que se inclinam para o ver
Quando ele monta nuvens indolentes,
E voga em pleno âmago do ar.

 

Úrsula Iguarán (Cem Anos de Solidão, Gabriel Garcia Marquez)

A diligência de Úrsula andava de braços com a de seu marido. Ativa, miúda, severa, aquela mulher de nervos inquebrantáveis, a quem em nenhum momento da vida se ouviu cantar, parecia estar em todas as partes desde o amanhecer até a noite já bem avançada, sempre perseguida pelo suave sussurro das suas anáguas de cambraia. Graças a ela, o chão de terra batida, os muros de barro sem caiação, os rústicos móveis de madeira construídos por eles mesmos estavam sempre limpos, e as velhas arcas onde se guardava a roupa exalavam um cheiro tênue de manjericão.

Elizabeth Bennet (Orgulho e Preconceito, Jane Austen)

– Miss Bingley em descreveu melhor do que sou – respondeu Darcy. – O melhor e o mais sábio dos homens, e mesmo a mais sábia e a melhor das ações pode ser ridicularizada por quem faz da ironia o seu único fim na vida.
– Existem certamente pessoas assim – replicou Elizabeth. – Mas espero que eu não seja uma delas. Espero que nunca hei de ridicularizar o que é sábio e bom. Loucuras e absurdos, manias e inconsistências de fato me divertem. E eu rio delas quando posso. Mas isto, penso eu, são coisas de que o senhor carece precisamente.

Lolita (Lolita, Nabokov)

Lolita, luz de minha vida, labareda em minha carne. Minha alma, minha alma. Lo-li-ta: a ponta da língua descendo em três saltos o céu da boca para tropeçar de leve, no terceiro, contra os dentes. Lo. Li. Ta.
Pela manhã era era Lô, não mais que Lô, com seu metro e quarenta e sete de altura e calçando uma única meia soquete. Era Lola ao vestir os jeans desbotados. Era Dolly na escola. Era Dolores sobre a linha pontilhada. Mas em meus braços sempre foi Lolita.

Daisy Buchanan (O Grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald)

O único objeto completamente estático na sala era um enorme sofá em que duas jovens flutuavam como se num balão ancorado. Estavam ambas de branco, e seus vestidos encrespavam-se e adejavam como se tivessem acabado de ser sopradas de volta após um curto voo pela casa. Devo ter passado alguns momentos ouvindo o fustigar e o estalar das cortinas e o gemido de um quadro na parede. Depois houve um estrondo quando Tom Buchanan fechou as janelas dos fundos e o vento capturado extinguiu-se na sala, e as cortinas, os tapetes e as duas jovens pousaram lentamente no assoalho.
A mais moça era desconhecida para mim. (…) a outra jovem, Daisy, fez uma tentativa para se levantar – inclinou-se ligeiramente para frente com uma expressão cuidadosa – então riu um riso absurdo, charmoso, e me aproximei entrando na sala. (…)
Seu rosto triste e adorável estava brilhante, com olhos brilhantes e uma brilhante boca apaixonada, mas em sua voz havia uma excitação que os homens que a apreciavam achavam difícil de esquecer: uma compulsão cantante, um “Ouça”
sussurrado, um juramento de que ela fizera coisas alegres e excitantes há poucos instantes, e que havia coisas alegres e excitantes na sala ao lado.

Lily (Travessuras da Menina Má, Mario Vargas Llosa)

Então a reconheci. Tinha mudado muito, naturalmente, sobretudo na maneira de falar, mas continuava emanando toda aquela malícia que eu recordava muito bem, uma coisa atrevida, espontânea e provocadora que se manifestava na sua postura desafiante, o peitinho e o rosto adiantados, um pé um pouco atrás,
a bundinha empinada e um olhar zombeteiro que não deixava o interlocutor saber se estava falando sério ou brincando. Era miúda, tinha pés e mãos pequenos e uma cabeleira, agora negra em vez de clara, presa em uma fita que lhe chegava até os ombros. E aquele mel escuro em suas pupilas.

Marquesa de Merteuil (Ligações Perigosas, Choderlos de Laclos)

Tive uma excelente ideia cuja execução quero confiar-vos. Estas poucas palavras deveriam bastar e, muito honrado com minha escolha, deveríeis vir desde logo e com solicitude receber minhas ordens de joelhos. Mas vós abusais de meus favores, ainda que não mais os desfruteis; e, na alternativa de um ódio eterno e de uma excessiva indulgência, faz vossa sorte que vença a minha vontade. Consinto, pois, em instruir-vos acerca de meus projetos, mas jurai-me que, como perfeito cavalheiro, não vos lançarei em nenhuma aventura antes que tenhais acabado esta. É digna de um herói: servireis ao amor e à vingança; será enfim mais uma tratantice a pôr em vossas memórias, pois quero que se publiquem um dia, e encarrego-me de escrevê-las. Mas deixemos isso e voltemos ao que me interessa.

E aí, o que vocês acharam?

Para quem gostou quer conhecer mais do trabalho do Felipe como fotógrafo, é só acessar o Flickr dele e entrar em contato por lá! E se você está precisando de uma produção de look – seja roupas, cabelo ou maquiagem -, é só falar com a Malu pelo Facebook ou Instagram!

 

Beijos a todos!





Deixe o seu comentário

16 Respostas para "[Vídeo] Personagens Clássicas Modernizadas | Ensaio Fotográfico"

Leticia Golz - 30, outubro 2017 às (18:53)

Ameeei, Aione! Ficaram tão lindas, você representou muito bem.
Minhas preferidas foram da Elizabeth , Lily e Julieta. Eles merecem os parabéns pela produção 🙂

Responder

Rafaela - 30, outubro 2017 às (19:48)

Vi o vídeo de making off e vim correndo ver o resultado das fotos, ficaram incríveis Aione. Ficou difícil escolher qual gostei mais. Adorei as personagens que escolheram e você leva jeito de modelo viu?! (:

Responder

RUDYNALVA CORREIA SOARES - 30, outubro 2017 às (21:00)

Aione!
Quer dizer que agora é modelo fotográfico literário? Uauuuuuuuu!
Atuando em várias áreas, hein? Parabéns! E aproveita.
Ficou ótima de Gabriela!
Ficou ainda mais linda de CApitu! Amei! Os olhos bem expressivos.
Julieta bem moderna e florida, linda!
Nossa! Fica bem de qualquer personagem. Úrsula Iguarán super charmosa.
Bem contemporânea como Elizabeth Bennet.
Que Lolita mais sapeca, amei o pirulito.
Uma das que mais amei: Daisy Buchanan, muito expressiva.
Pose de Lily, menina bem má…
E bem séria em Marquesa de Merteuil.
Amei!
Inclusive o bastidores.
Invista na profissão de modelo que fará sucesso!
cheirinhos
Rudy

Responder

Nayane Evylle - 30, outubro 2017 às (21:46)

Primeiro eu vi no insta, depois no face e agora acompanhei o Making of de todo o processo *-*
Que trabalho que deu! Não imaginava que tudo isso tivesse sido feito em 2 dias.
Adorei a escolhas de personagens. Capitu, Julieta, Elizabeth, Gabriela … personagens femininas fortíssimas da nossa literatura.
Adorei as cenas na biblioteca e na piscina.
As fotos ficaram lindas *-* Achei a ideia genial e deu vontade de fazer também com as personagens da literatura ♡

Responder

Anna Mendes - 31, outubro 2017 às (10:47)

Oi Aione!
Achei incrível a ideia para este ensaio! As fotos ficaram lindas demais!
Arrasou!
Bjos!

Responder

suellen - 31, outubro 2017 às (10:57)

Vou cantar um funk muito velho e bom:
“Poderosa 🎵
rainha do funk🎵
glamurosa 🎵
olhar de diamante 🎵💎”
Ficou muito show

Responder

Marlene Conceição - 31, outubro 2017 às (12:54)

Oi Aione.
Eu adorei as fotos.
Menina como ficou bonitas, a maioria dos livros ainda não tive a a oportunidade de ler, porém depois desse ensaio fiquei muito curiosa.
A minha personagem preferida foi Lily (Travessuras da Menina Má, Mario Vargas Llosa), adorei as fotos e você realmente deu alma a todas as personagens.
Bjs.

Responder

Vitória Pantielly - 31, outubro 2017 às (13:22)

Oi Aione!
Nossa, amei a idéia da sua amiga!! Super combina com você .. O vídeo de making off ficou bem legal.
Você ficou tão linda de Capitu, acho que foi a que mais gostei.. Elisabeth Bennet, eu também amei, ficou bem moderno!
Ah, gente, que ensaio mais lindo, mais charmoso, deu até vontade de fazer um acredita?
Acho que as mocinhas mais românticas combinam mais com você, mas amei todas!!!
Beijos :*

Responder

Micheli Pegoraro - 31, outubro 2017 às (13:57)

Linda, poderosa, maravilhosa, Aione!
Amei as fotos, amei a proposta de representar essas personagens clássicas com uma repaginada moderna.
Minhas preferidas foram a Capitu, Julieta e a Elizabeth Bennet, toda moderna haha
O fotografo arrasou, sua amiga Malu fez um trabalho incrível, mas você como modelo estava poderosa!
Parabéns a todos *-*
Beijos

Responder

Michelli Prado - 31, outubro 2017 às (14:49)

Como pode ser tão bem feito, dá para ser seu esforço e amor em cada personagem. Parabéns pelas fotos, ficaram sensacionais ♥♥

Responder

Mariana Paiva - 31, outubro 2017 às (15:18)

Que ideia incrível. Adorei o vídeo, gosto muito de ensaios fotográficos e foi divertido ver os bastidores além das fotos que por sinal ficaram lindas. Minhas favoritas são as que você tirou na piscina. Adorei os looks, principalmente de Capitu, Lolita e Lily!

Responder

Larissa Oliveira - 31, outubro 2017 às (17:11)

Olá, Aione! Que ideia incrível!! Adorei!!! E as fotos ficaram lindíssimas. Vc é super fotogênica. Ficou bacana demais o making off.

Responder

Fabiana Roberta - 31, outubro 2017 às (18:44)

Que isso garota arrasou nas fotos ,ficaram lindas demais,adorei esta idéia das personagens modernizadas uma foto mais linda que a outra,com certeza este cansaço valeu a pena,parabéns para todos.
Bjs

Responder

Jade passos - 31, outubro 2017 às (19:53)

Nossa!! As fotos ficaram incríveis, adorei a de Gabriela é a Julieta.

Responder

Jade passos - 31, outubro 2017 às (19:55)

Nossa as fotos ficaram incríveis, adorei a ideia das personagens clássicas de um grito mais moderno, a minha preferida foi Gabriela.

Responder

Ana I. J. Mercury - 31, outubro 2017 às (22:19)

Que lindaaaaaa!!!!
Ficou demais!!
Adorei.
Muito lindas e pegou toda a essencial dos livros!
Parabéns, ficou show mesmo!
bjsss

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por