[Resenha] O Príncipe Serpente – Elizabeth Hoyt | Minha Vida Literária
30

jan
2018

[Resenha] O Príncipe Serpente – Elizabeth Hoyt

Título: O Príncipe Serpente
Autor: Elizabeth Hoyt
Editora: Record
Número de Páginas: 364
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraiva ♥ Submarino

Quando o diabo encontra um anjo… Lucy Craddock-Hayes está satisfeita com a vida tranquila no interior. Até o dia em que tropeça num homem inconsciente — um homem inconsciente e nu — e perde para sempre sua inocência. Ele pode levar ao paraíso… O visconde Simon Iddesleigh apanhou de seus inimigos até quase morrer. Agora ele está determinado a se vingar. Mas quando Lucy cuida dele para restaurar sua saúde, a sinceridade da jovem surpreende sua sensibilidade calejada — e desperta um desejo que ameaça consumir os dois. Ou ao inferno. Encantada com a inteligência perspicaz de Simon, com seus modos urbanos e até com seus sapatos de solado vermelho, Lucy rapidamente se apaixona por ele. Embora sua honra o mantenha longe dela, a vingança envia os agressores de Simon à sua porta. Enquanto o visconde entra em guerra contra seus inimigos, Lucy luta pela própria alma, usando a única arma que tem — seu amor…

O Príncipe Serpente é o volume que fecha a Trilogia dos Príncipes de Elizabeth Hoyt, publicada no Brasil pela editora Record. A série de romances de época traz enredos independentes entre si e que, portanto, podem ser lidos separadamente. Além de cada exemplar narrar a história do casal protagonista, há em suas tramas uma lenda secundária sendo lida ou narrada pelos personagens, e é essa fábula a responsável por nomear os livros da série.

Aqui conhecemos a história de Lucy e Simon, uma camponesa e um visconde, cujas vidas são entrelaçadas a partir do momento em que ela o encontra inconsciente — e nu — após ter sido agredido. Conforme Simon recebe os cuidados de Lucy, desperta entre eles uma forte paixão; contudo as marcas no passado do visconde são fortes o bastante para terem corrompido sua alma e terem feito nascer nele a sede por vingança — sede essa que pode colocar tudo entre eles a perder.

Dos três livros de Elizabeth Hoyt, O Príncipe Serpente foi aquele que mais me proporcionou uma leitura arrastada. Enquanto os dois primeiros volumes acabam tendo tramas mais dinâmicas até mesmo por partirem de premissas mais inusitadas, o terceiro livro da série é mais lento, já que foca mais no conflito emocional do casal e no próprio passado trágico de Simon. Há sim ação na trama, sobretudo em relação à vingança desejada pelo visconde, mas ela acaba sendo insuficiente para sustentar, por si só, a velocidade do enredo.

Apesar disso, esse também foi o livro cujo casal mais me cativou. Como a autora foca bastante no desenvolvimento romântico, ele acaba ficando mais evidente e proporciona mais envolvimento nesse sentido. Achei algumas das cenas iniciais entre o casal extremamente sensuais e intensas, com a atração entre eles sendo quase palpável de tão densa. Acima de tudo, a ligação entre Lucy e Simon não é simplesmente física: há um afeto verdadeiro entre eles, capaz de proporcionar uma bonita história de amor ao longo da leitura.

Assim como nos demais livros da série, O Príncipe Serpente é dotado de uma forte carga erótica: as cenas com esse conteúdo são bastante presentes e, também, suficientemente detalhadas, o que torna o livro inadequado para menores e desaconselhável aos que não apreciam romances com tal aspecto.

Em linhas gerais, O Príncipe Serpente se faz interessante pela maneira de como desenvolve o romance entre o casal da história, o centro do enredo, além de contar com a escrita leve e de tom suavemente divertido, como nos demais títulos da série. Ao mesmo tempo, carece de tramas paralelas e não inova em seu conteúdo em relação aos livros pertencentes ao gênero como um todo. Pode ser uma leitura agradável aos fãs de romance de época, mas  também não é indispensável.





Deixe o seu comentário

9 Respostas para "[Resenha] O Príncipe Serpente – Elizabeth Hoyt"

Aline Teixeira - 30, Janeiro 2018 às (17:44)

Olá Aione! Não sou amante do gênero mas de todos os três livros esse foi o que mais achei interessante. Pela sinopse se nota que o casal tem mais química e essa sede de vingança sugere acontecimentos bombásticos. Não leria por razões previamente escritas mas os fãs de livros eróticos irão se esbaldar. Beijos

Responder

Daiane Araújo - 30, Janeiro 2018 às (20:25)

Oi, Aione.

As circunstâncias e cuidados acabou aproximando eles um do outro… Mas, eu me pergunto se essa ânsia do Simon em se vingar, não atrapalharia o seu romance com a Lucy e talvez até a afastaria. Pois há um objetivo do Simon, aí…

Responder

Anna Mendes - 31, Janeiro 2018 às (08:34)

Oi Aione! Adorei a resenha!
Não costumo ler muitos romances de época, mas a premissa, não só desse terceiro volume, como a dos outros volumes desta série, chamou muito minha atenção.
Achei as histórias diferentes, principalmente por possuírem uma fábula ao longo da narrativa, como você comentou.
Enfim, parece ser uma leitura envolvente e com personagens cativantes, o que me deixou bem curiosa para ler essa trilogia.
E eu amei essas capas!
Bjos! 🙂

Responder

Ana Carolina Venceslau dos Santos - 31, Janeiro 2018 às (12:28)

Eu comecei a ler primeiro livro mas acabei abandonando logo no começo não fiquei interessado no livro e ele era muito erótico e acabei deixando de lado mas eu fiquei muito interessada em ler o segundo livro da série então eu acho que vou reler o livro quem sabe dessa vez eu não

Responder

Adriana - 31, Janeiro 2018 às (13:51)

Oi Aione.

Já tinha ouvido falar da série, mas não tinha lido nada a respeito ainda.
Quando li a sinopse do livro achei bastante interessante, mas pela resenha me desmotivei um pouco por ser um livro com carga erótica tão presente. Enfim, vou colocar na minha lista o primeiro volume e dar uma chance…
Obrigada pela dica!

Beijos
Adriana

http://espiraldelivros.blogspot.com

Responder

FERNANDA LUCENA - 31, Janeiro 2018 às (16:27)

Oi Aione
Ganhei o primeiro livro da trilogia num amigo secreto e li no comecinho do mês
as capas são lindíssimas!
Gostei muito do primeiro e por isso comprei os outros dois, estou esperando chegar!
Adorei isso de ter contos no comecinho dos capítulos!

Tô ansiosa pra conferir mais dessa trilogia!

Bjooos

Responder

Lana Silva - 31, Janeiro 2018 às (19:33)

Sinceramente a história desse livro me pareceu intensa, principalmente pelo fato de que este casal de toda a serie foi a que mais te cativou, talvez pelo fato de que o romance vai além da questão do desejo carnal, passando para algo sentimental e palpável. Entretanto, como não curto muito, livros hot, principalmente quando as cenas são tão bem descritas, acredito que esta será uma leitura que não irá me agradar tanto assim. Por isto no momento não daria uma chance a leitura, quem sabe futuramente.

Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

Responder

Vitória Pantielly - 31, Janeiro 2018 às (22:31)

Oi Aione!
Que pena que o livro se tornou mais do mesmo, me pareceu que estava lendo a mesma resenha que li do livro anterior. Por ser romance de época e ter cenas hots eu ainda pretendo ler, porque são coisa que me prendem nas leituras, mas não estou com as expectativa tão alta.
Os personagens parecem conquistar ainda mais o leitor!
Beijos

Responder

Lily Viana - 31, Janeiro 2018 às (23:52)

Olá!
Gostei muito do livro, a capa e super maravilhosa e a historia é incrível. O romance de e´poca sempre me encantada e essa autora me deixou muito curiosa pelo os livros dela.

Tempos Literários

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2018 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por