Arquivos Clássicos Contemporâneos | Minha Vida Literária
27

out
2016

[Vídeo] Dicas para ler Grande Sertão: Veredas

Oi gente!
Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, é considerado uma das maiores obras da literatura mundial do século XX, e tive o prazer de lê-lo no último mês. Confiram, então, algumas dicas que me ajudaram nessa travessia ao lado do Riobaldo, protagonista do livro!


Compre o livro:AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

 

19

jan
2016

[Resenha] 1984 – George Orwell

1984-george-orwell-minha-vida-literaria

Título: 1984
Autor: George Orwell
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 416
Data de Publicação: 2009
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasCulturaSubmarino

Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que ‘só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade – só o poder pelo poder, poder puro.’

Continue lendo »

11

dez
2015

[Resenha] Na Natureza Selvagem – Jon Krakauer

Na-Natureza-Selvagem-Minha-Vida-Literaria

Título: Na Natureza Selvagem
Autor: Jon Krakauer
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 216
Ano de Publicação: 1998
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: AmazonCulturaExtraSubmarinoTravessa

O corpo em decomposição de um jovem é encontrado no Alasca. A polícia descobre que se trata de um rapaz de família rica do Leste americano que largou tudo, se internou sozinho na aridez gelada e morreu de inanição.Quem era o garoto? Por que foi para o Alasca? Por que morreu? Para responder a essas e outras perguntas, Jon Krakauer refaz a trajetória de Chris McCandless, revelando a América dos que vivem à margem, pegando carona ou circulando em carros velhos, vivendo em acampamentos e cidades-fantasmas. Mergulha no mundo da cidadezinha rural, onde homens rudes bebem e conversam sobre o tempo e a colheita. Compara a história do jovem com a de outros aventureiros solitários que tiveram fim trágico.O resultado é uma narrativa envolvente, por vezes amarga, em que os sonhos da juventude se transformam em pesadelo.

Continue lendo »

08

dez
2015

[Resenha] A Metamorfose – Franz Kafka

a-metamorfose-franz-kafka-minha-vida-literariaTítulo: A Metamorfose
Autor: Franz Kafka
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 104
Data de Publicação: 1997
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaTravessa

“A Metamorfose” é a mais célebre novela de Franz Kafka e uma das mais importantes de toda a história da literatura. Sem a menor cerimônia, o texto coloca o leitor diante de um caixeiro viajante – o famoso Gregor Samsa – transformado em inseto monstruoso. A partir daí, a história é narrada com um realismo inesperado que associa o inverossímil e o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana – tudo no estilo transparente e perfeito desse mestre inconfundível da ficção universal.

Continue lendo »

30

out
2015

[Resenha] Vá, coloque um vigia – Harper Lee

go-set-a-watchman-va-coloque-um-vigia-harper-lee-minha-vida-literaria

Título: Vá, coloque um vigia
Autor: Harper Lee
Editora: José Olympio
Número de Páginas: 252
Data de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanas ♦ CulturaExtraFnacSaraivaSubmarinoTravessa

Jean Louise Finch, mais conhecida como Scout, a heroína inesquecível de O sol é para todos, está de volta à sua pequena cidade natal, Maycomb, no Alabama, para visitar o pai, Atticus. Vinte anos se passaram. Estamos em meados dos anos 1950, no começo dos debates sobre segregação, e os Estados Unidos estão divididos em torno de questões raciais. Confrontada com a comunidade que a criou, mas da qual estava afastada desde sua mudança para Nova York, Jean Louise passa a ver sua família e amigos sob nova perspectiva e se espanta com inconsistências referentes à ética e a pensamentos nos âmbitos político, social e familiar.Vá, coloque um vigia é o segundo romance de Harper Lee, mas foi escrito antes do mítico O sol é para todos, que recebeu o Prêmio Pulitzer em 1961. Este livro inédito marca o retorno, após 65 anos de silêncio, de uma das maiores escritoras americanas do século XX.

Continue lendo »

29

set
2015

[Resenha] Feliz Ano Velho – Marcelo Rubens Paiva

Feliz Ano Velho

Título: Feliz Ano Velho
Autor: Marcelo Rubens Paiva
Editora: Alfaguara
Número de Páginas: 272
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: AmazonCulturaSubmarinoTravessa

Feliz ano velho é o primeiro livro de Marcelo Rubens Paiva. Aos vinte anos, ele sobe em uma pedra e mergulha numa lagoa imitando o Tio Patinhas. A lagoa é rasa, ele esmigalha uma vértebra e perde os movimentos do corpo. Escrito com sentido de urgência, o livro relata as mudanças irreversíveis na vida do garoto a partir do acidente. Ele é transferido de um hospital a outro, enfrenta médicos reticentes, luta para conquistar pequenas reações do corpo. Aos poucos, se dá conta de sua nova realidade, irreversível. E entende que é preciso lutar. O texto expressa a irreverência e a determinação da juventude, mesmo na adversidade, e a compreensão precoce “de que o futuro é uma quantidade infinita de incertezas.

Continue lendo »

10

jul
2015

[Resenha] Mal-entendido em Moscou – Simone de Beauvoir

capasimone

Título: Mal- entendido em Moscou
Autor: Simone de Beauvoir
Editora: Record
Número de Páginas: 144
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ AmericanasCultura ♦ Fnac ♦ Saraiva ♦ SubmarinoTravessa

Um livro inédito de Simone de Beauvoir, publicado pela primeira vez na França em 1992. André e Nicole, dois professores universitários aposentados que sentem o peso da idade, viajam para a União Soviética pela segunda vez na vida. Lá, encontram a filha do primeiro casamento de André, Macha, uma mulher decidida que vive na grande experiência do socialismo do século XX. Assim, inicia-se uma série de mal-entendidos relacionados a questões individuais e coletivas – a não comunicação, a ideia de envelhecer, o amor de longa data, o papel e a identidade da mulher, as expectativas políticas etc. Mal-entendido em Moscou, que se vale das experiências de Simone de Beauvoir e de seu marido, Jean-Paul Sartre, em viagem à União Soviética, é um tocante relato sobre decepções políticas e sentimentais que lançam uma luz sobre a singularidade de nossa existência.
“Neste texto inédito, Simone de Beauvoir narra a crise existencial suprema. ”
Le Figaro

Continue lendo »

páginas 12

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil