Arquivos Editora Companhia das Letras | Minha Vida Literária
23

nov
2017

[Resenha] Anna Kariênina – Liev Tolstói

Título: Anna Kariênina
Autor: Liev Tolstói
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 840
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Em tradução de Rubens Figueiredo, com posfácio de Janet Malcolm, a obra-prima de Liev Tolstói retrata o caso de infidelidade da aristocrata Anna Kariênina, tendo como cenário uma Rússia decadente. “Toda a diversidade, todo o encanto, toda a beleza da vida é feita de sombra e de luz”, escreve Liev Tolstói no romance que Fiódor Dostoiévski definiu como “impecável”. Publicado originalmente em forma de fascículos entre 1875 e 1877, antes de finalmente ganhar corpo de livro em 1877, Anna Kariênina continua a causar espanto. Como pode uma obra de arte se parecer tanto com a vida? Com absoluta maestria, Tolstói conduz o leitor por um salão repleto de música, perfumes, vestidos de renda, num ambiente de imagens vívidas e quase palpáveis que têm como pano de fundo a Rússia czarista. Nessa galeria de personagens excessivamente humanos, ninguém está inteiramente a salvo de julgamento: não há heróis, tampouco fracassados, e sim pessoas complexas, ambíguas, que não se restringem a fórmulas prontas. Religião, família, política e classe social são postas à prova no trágico percurso traçado por uma aristocrata casada que, ao se envolver em um caso extraconjugal, experimenta as virtudes e as agruras de um amor profundamente conflituoso, “feito de sombra e de luz”.

Continue lendo »

17

nov
2017

[Resenha] Com o Mar Por Meio: Uma Amizade em Cartas – Jorge Amado e José Saramago

Título: Com o Mar Por Meio – Uma Amizade em Cartas
Autor:
Jorge Amado e José Saramago
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 120
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

A amizade entre Jorge Amado e José Saramago teve início quando os dois já tinham idade mais avançada e consolidada carreira literária, porém o vínculo tardio não impediu que os escritores formassem um laço forte, estendido as suas companheiras, Zélia e Pilar. Este livro reúne a correspondência entre os dois mestres – e os dois casais, muitas vezes -entre os anos de 1992 e 1998. São cartas, bilhetes, cartões e faxes com uma rica troca de ideias sobre questões tanto da vida íntima como da conjuntura contemporânea, sobretudo a cena literária. Eles debatem com humor sobre prêmios e associações de escritores, com especulações divertidas sobre quem seria, por exemplo, o próximo a ser contemplado com o Nobel ou o Camões.Com um projeto gráfico especial, ilustrado com fac-símiles das missivas e belíssimas fotos do acervo pessoal dos autores, Com o mar por meio aproxima os leitores do universo particular dos dois amigos.

Continue lendo »

03

nov
2017

[Resenha] O Livro das Listas – Renato Russo

Título: O Livro das Listas: Referências Musicais, Culturais e Sentimentais
Autor: Renato Russo
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 192
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Além de artista compulsivo, dotado de uma criatividade sem limites, Renato Russo era também um ávido consumidor de toda forma de arte. Durante sua vida breve e produtiva, entre um palco e outro, estúdios e turnês, o líder da Legião Urbana usou todo seu tempo livre para descobrir novas obras e revisitar as que amava. Discos, livros, filmes, artistas e referências variadas eram rapidamente integradas ao vasto repertório de Renato, que organizava seu pensamento criativo por meio de listas, muitas listas. Feito a partir das anotações do artista, até hoje inéditas ao público, este livro apresenta um panorama de suas grandes influências acompanhadas de informações acerca dos artistas e obras mencionadas. Reveladoras dos temas de interesse que podem ter influenciado as composições de Renato, as listas não apenas serviam para classificar o que ele já conhecia e para indicar o que ele ainda pretendia ler, ouvir, assistir e viver, como também são uma forma de conhecer o processo criativo de um dos grandes nomes da cultura popular brasileira.

Continue lendo »

29

set
2017

[Resenha] Da Poesia – Hilda Hilst

Título: Da Poesia
Autor: Hilda Hilst
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 584
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

A intensa e prolífica atividade literária de Hilda Hilst se desdobrou em livros de ficção e em peças de teatro, mas foi na poesia que ela deu início e fim à sua carreira. Ao longo de 45 anos, entre 1950 e 1995, a poeta publicou em pequenas tiragens graças ao entusiasmo de editoras independentes com destaque para Massao Ohno, seu amigo e principal divulgador. No início dos anos 2000, os títulos de Hilda passaram a ser publicados pela Globo, editora com ampla distribuição. Nessa época, a sua escrita, até então considerada marginal e hermética, começou a receber o interesse de uma legião de leitores e estudiosos. Agora, a Companhia das Letras reúne, pela primeira vez, toda a lavra poética da autora de Bufólicas em um só livro, que inclui, além de mais de 20 títulos, uma seção de inéditos e fortuna crítica. O material contém posfácio de Victor Heringer, carta de Caio Fernando Abreu para Hilda, dois trechos de Lygia Fagundes Telles sobre a amiga e uma entrevista cedida a Vilma Arêas, publicada no Jornal do Brasil em 1989. A poesia de Hilda que ganha forma em cantigas, baladas, sonetos e poemas de verso livre explora a morte, a solidão, o amor erótico, a loucura e o misticismo. Ao fundir o sagrado e o profano, a poeta se firmou como uma das vozes mais transgressoras da literatura brasileira do século XX.

Continue lendo »

06

set
2017

[Resenha] Todo Amor – Vinicius de Moraes

Título: Todo Amor
Autor: Vinicius de Moraes
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 278
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Vinicius de Moraes reinventou o amor. O tema parecia velho quando ele aliou a poesia dos livros à música popular, trazendo o amor para o centro das atenções como uma emoção sempre nova. Com organização do poeta Eucanaã Ferraz, Todo amor reúne mais de cem fragmentos — entre cartas, crônicas, poemas e letras de canção — que formam um painel admirável e apaixonante.

De “Eu sei que vou te amar” até “Canto triste”, o leitor pode observar a enorme variedade de formas que esse sentimento assume na produção do poeta: a alegria, a tristeza, o ciúme, a devoção absoluta, a veneração, o arrependimento, o perdão, o lance cômico e a expectativa do fim.

Continue lendo »

13

jun
2017

[Resenha] Clarice. Uma Biografia – Benjamin Moser

Título: Clarice
Autor: Benjamin Moser
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 560
Ano de Publicação: 2017
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSaraivaSubmarino

Este livro, lançado originalmente em 2009, deu aos brasileiros uma nova imagem de Clarice Lispector e consagrou sua obra no exterior. Se hoje Clarice é uma figura mítica das letras brasileiras — bela, misteriosa e brilhante —, sua vida foi recheada de percalços que a tornam mais complexa do que mostra a imagem oficial. Ao empreender uma síntese inédita entre vida e obra de uma autora clássica, Benjamin Moser deu uma contribuição de extrema importância para a cultura brasileira. A edição da Companhia das Letras traz posfácio inédito de Michael Wood.

Continue lendo »

18

jan
2017

[Lançamentos] Lançamentos do Mês || Janeiro (2017)

Oi gente!

O ano está começando e as editoras ainda estão se aquecendo em termos de lançamentos, então nem todas trazem novidades esse mês. Mas vamos conferir alguns títulos que ou já chegaram às livrarias ou podem ainda estar/entrar em pré-venda em janeiro?

Continue lendo »

27

dez
2016

[Resenha] Diários – Susan Sontag

diarios-susan-sontag-minha-vida-literaria

Título: Diários
Autor: Susan Sontag
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas: 344
Ano de Publicação: 2009
Skoob: Adicione
Compare e Compre: AmazonAmericanasSubmarino

No presente volume dos Diários de Susan Sontag, a futura autora de enorme prestígio internacional detalha seus pensamentos, seu impressionante volume de leituras, seus movimentos no dia a dia e as relações que a levariam a repensar em profundidade suas noções de sexo, amor e parentesco, tudo isso antes dos trinta anos. “Quem inventou o casamento era um torturador astuto. É uma instituição destina-da a embotar os sentimentos.” Reflexões agudas como essa, entre a amargura e a ironia, fazem parte da matéria-prima destes Diários, espécie de buraco da fechadura privilegia-do por onde se enxerga a intimidade mental e existencial dos anos de juventude de uma das intelectuais mais influentes da América do pós-guerra. Selecionados por seu filho David Ri-eff depois da morte da autora, os trechos ora pu-blicados exibem um foco te-mático irrequieto que se desloca num caleidoscópio de assuntos da esfera pessoal e cul-tural. A par do seu vasto itinerário de leituras e experiências de fruição artística, presen-ciamos aqui, em registro confessional, a descoberta adolescente da sexualidade, as vi-vências como caloura precoce na Universidade da Califórnia, onde ingressou aos dezes-seis anos, o breve casamento aos dezoito com seu professor Philip Rieff e as duas gran-des relações amorosas mantidas com mulheres na sua fase de jovem adulta. Os Diários nos transportam, enfim, para o denso e rico mundo mental de uma jovem Susan Sontag em plena batalha diária para se tornar Susan Sontag.

Continue lendo »

páginas 12345... 10»

Últimas Resenhas

Calendário de posts

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Participo

<div class="titulo participo"><h6>Participo</h6></div>

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por