Arquivos Literatura Nacional | Página 5 de 24 | Minha Vida Literária
09

dez
2014

[Resenha] Put Some Farofa – Gregório Duvivier

PUT SOME FAROFA

Título: Put Some Farofa
Autor: Gregório Duvivier
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas:  208
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

“Dont repair the mess. The house is yours. I make question. Pardon anything. Go with god. Come back always.” Publicada em Julho de 2014, a crônica que dá título a este volume, que cria uma conversa imaginária de um brasileiro com um gringo visitando o Brasil durante a copa, rapidamente se tornou um viral de internet, até ser comentada em artigo do Washington Post. Trata-se de uma amostra da verve humorística embebida de zeitgeist, crítica ferina e muito afeto de Gregorio Duvivier, um dos autores mais promissores do Brasil na atualidade. Reunindo o melhor de sua produção ficcional, Put some farofa traz textos publicados na Folha de S.Paulo e esquetes escritos para o canal Porta dos Fundos, além de alguns inéditos. Se Gregorio traz o raro dom da multiplicidade, tendo se destacado no cenário cultural brasileiro ao mesmo tempo como ator, roteirista, comediante, cronista e poeta, também múltiplo é este volume, que transita entre ficções, memórias de infância, ensaios sobre artistas que o influenciaram, artigos panfletários, exercícios de linguagem e outras experimentações. Os textos vão da pauta que está sendo debatida naquele dia no jornal ao completo nonsense; do amor ao ódio, do íntimo ao universal. No conjunto, o que espanta no autor é o frescor, a coragem, a visão transformadora e, sobretudo, a capacidade inesgotável de se renovar a cada semana, contando sempre com a inteligência e a sensibilidade do leitor.

Continue lendo »

02

dez
2014

[Resenha] Uma Janela No Tempo – Lorena de Macedo

Uma Janela no TempoTítulo: Uma Janela No Tempo
Autor: Lorena de Macedo
Editora: Literata
Número de Páginas:  300
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Saraiva Digital

“Brasil, 1956. Imagine ser possível viajar no tempo e espaço, transpor barreiras energéticas e fazer com que sua consciência seja capaz de voltar a um fato pretérito específico. O que você mudaria se pudesse voltar ao passado e fazer de novo? Daniel Pope é um rapaz que passara metade da vida se equilibrando sobre os escombros deixados pela tragédia que devastou sua família, destruindo sonhos e promessas de um futuro promissor. Mas quando a máquina de viagem no tempo chega às suas mãos, o rapaz tentará então regressar ao passado para evitar o sumiço de sua irmã caçula, uma garotinha que desapareceu na floresta quando ambos ainda eram crianças. Em sua luta desesperada para mudar o curso das coisas, Daniel perpassará pela história de sua família, deixando-se envolver por uma narrativa rocambolesca, permeada de mistério, magia, loucura e amores desencontrados. Mas ele não estará sozinho. Cecília Vieira, uma jovem aspirante à jornalista, o acompanhará nessa busca pela verdade e redenção, e ambos viverão um amor que somente a manipulação do tempo será capaz de alterar. “

Continue lendo »

13

out
2014

[Resenha] Uma Canção Para A Libélula – Juliana Daglio

Uma Canção Para A Libélula
Título: Uma Canção Para A Libélula
Autor: Juliana Daglio
Editora: Deuses
Número de Páginas:  216
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compre: Site da Editora ou Diretamente com a Autora

Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula. Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro. Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta. De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças.

Continue lendo »

16

set
2014

[Resenha] A Namorada do Meu Amigo – Graciela Mayrink

A Namorada Do Meu Amigo
Título: A Namorada do Meu Amigo
Autor: Graciela Mayrink
Editora: Novas Páginas
Número de Páginas:  336
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar… Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!

Continue lendo »

12

set
2014

[Resenha] Arrabal e a Noiva do Capitão – Marisa Ferrari

ARRABAL_E_A_NOIVA_DO_CAPITAO
Título: Arrabal e a Noiva do Capitão
Autor: Marisa Ferrari
Editora: Novas Páginas
Número de Páginas:  368
Ano de Publicação: 2014
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Giordano e Giuseppe são idênticos na aparência, mas suas almas não poderiam ser mais diferentes. O bravo Giordano é o capitão-chefe da Guarda Real. Giuseppe é um ator de coração puro e alegria contagiante que viaja com sua trupe para se apresentar nas praças e castelos da região. De caráter inflexível, Giordano tem como sua maior missão proteger o Rei. Por sua vez, o sonhador Giuseppe deseja escrever uma peça de teatro com diálogos, o que seria uma inovação para a época. Embora não sejam propriamente amigos, os dois irmãos vivem uma espécie de acordo de cavalheiros, respeitando o espaço um do outro e lidando com o delicado estado de saúde de sua mãe. Até que a formosa Luigia acaba com a paz da família Romanelli. Arrabal e a Noiva do Capitão nos transporta para a incrível Nápoles do século 18, magistralmente reconstruída por Marisa Ferrari. Uma história que resgata a magia do teatro e nos convida a compreender a beleza que existe nas contradições.

Continue lendo »

05

set
2014

[Resenha] Toda Poesia – Paulo Leminski

Toda Poesia
Título: Toda Poesia
Autor: Paulo Leminski
Editora: Companhia das Letras
Número de Páginas:  424
Ano de Publicação: 2013
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Buscapé

Paulo Leminski foi corajoso o bastante para se equilibrar entre duas enormes construções que rivalizavam na década de 1970, quando publicava seus primeiros versos: a poesia concreta, de feição mais erudita e superinformada, e a lírica que florescia entre os jovens de vinte e poucos anos da chamada “geração mimeógrafo”. Ao conciliar a rigidez da construção formal e o mais genuíno coloquialismo, o autor praticou ao longo de sua vida um jogo de gato e rato com leitores e críticos. Se por um lado tinha pleno conhecimento do que se produzira de melhor na poesia – do Ocidente e do Oriente -, por outro parecia comprazer-se em mostrar um “à vontade” que não raro beirava o improviso, dando um nó na cabeça dos mais conservadores. Pura artimanha de um poeta consciente e dotado das melhores ferramentas para escrever versos. Entre sua estreia na poesia, em 1976, e sua morte, em 1989, a poucos meses de completar 45 anos, Leminski iria ocupar uma zona fronteiriça única na poesia contemporânea brasileira, pela qual transitariam, de forma legítima ou como contrabando, o erudito e o pop, o ultraconcentrado e a matéria mais prosaica. Não à toa, um dos títulos mais felizes de sua bibliografia é Caprichos & relaxos: uma fórmula e um programa poético encapsulados com maestria. Este volume percorre, pela primeira vez, a trajetória poética completa do autor curitibano, mestre do verso lapidar e da astúcia. Livros hoje clássicos como Distraídos venceremos e La vie en close, além de raridades como Quarenta clics em Curitiba e versos já fora de catálogo estão agora novamente à disposição dos leitores, com inédito apuro editorial. O haikai, a poesia concreta, o poema-piada oswaldiano, o slogan e a canção – nada parece ter escapado ao “samurai malandro”, que demonstra, com beleza e vigor, por que tem sido um dos poetas brasileiros mais lidos e celebrados das últimas décadas. Com apresentação da poeta (e sua companheira por duas décadas) Alice Ruiz S, posfácio do crítico e compositor José Miguel Wisnik, e um apêndice que reúne textos de, entre outros, Caetano Veloso, Haroldo de Campos e Leyla Perrone-Moisés, Toda poesia é uma verdadeira aventura – para a inteligência e a sensibilidade.

Continue lendo »

12

ago
2014

[Resenha] Pobre Não Tem Sorte 2 – Alguma Coisa Acontece No Meu Coração – Leila Rego

Man Repeller
Título: Pobre Não Tem Sorte 2 – Alguma Coisa Acontece No Meu Coração
Autor: Leila Rego
Editora: Publicação Independente
Número de Páginas: 341
Ano de Publicação: 2011
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compre: Site da Autora

“Mariana Louveira precisou cair do salto (parcelado em várias vezes no cartão) para aprender que a vida pode não ser lá tão glamorosa como sempre quis, e que sentimentos valem muito mais do que uns óculos Prada. Tarde demais! Mari é abandonada pelo noivo Edu horas antes do casamento. Sem casório, Mari só encontra uma solução: ir para São Paulo em busca de seus sonhos, ao lado da amiga Clara. Agora, a nossa protagonista, munida de um Bilhete Único, precisa arregaçar as mangas de um de seus terninhos chiques e batalhar por uma oportunidade. Em uma história pra lá de gostosa e divertida, Leila Rego narra todas as aventuras de Mariana em Sampa, desde as entrevistas de emprego, até as baladas mais malucas e cheias de confusão. E, no vir das mudanças, será que ela finalmente vai esquecer Edu e dar a volta por cima? As dificuldades da vida valem mesmo como aprendizado? “Pobre Não Tem Sorte 2” é uma lição de amadurecimento e força de vontade, mas prepare-se para dar muitas, muitas gargalhadas, afinal, estamos falando de Mariana Louveira!”

Continue lendo »

páginas 123456789... 24»

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil