[Resenha] A Herdeira - Kiera Cass | Minha Vida Literária
26

maio
2015

[Resenha] A Herdeira – Kiera Cass

A herdeira

Título: A Herdeira
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 392
Ano de Publicação: 2015
Skoob: Adicione
Orelha de Livro: Adicione
Compare e Compre: Amazon ♦ Americanas ♦ Cultura ♦ ExtraFnac ♦ Saraiva ♦ Submarino

No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.


A herdeira 2

A série A Seleção conquistou inúmeros fãs ao redor do mundo e me incluo entre eles. Foi apaixonante e envolvente conhecer a história de America e torcer pela protagonista, dividida entre os mocinhos Aspen e Maxon e cada vez mais capaz de descobrir sua própria força, identidade e os segredos de sua sociedade. Assim, quando Kiera Cass anunciou uma continuação para a até então finalizada série, passei a desejar ansiosamente por A Herdeira.

Ainda que não seja minha intenção, é impossível falar desse livro sem entregar spoilers sobre a finalização de A Escolha, simplesmente porque a história aqui está intrínsecamente ligada ao desfecho anterior. Assim, não acredito que ler essa resenha seja uma boa opção àqueles que ainda não terminaram a leitura dos três primeiros livros da série e desejam fazê-lo.

Em A Herdeira, 20 anos já se passaram desde America ter sido a vencedora da Seleção, e agora exerce suas funções de rainha ao lado de Maxon e de seus quatro filhos. Contudo, agora, a história nos é narrada por Eadlyn, primogênita do casal e sucessora do trono; portanto, futura rainha. Embora o reinado de Maxon tenha trazido a extinção das castas e diversas buscas pela melhoria da qualidade de vida da população, recentes rebeliões estão se tornando cada vez mais frequentes: as castas não mais existem, mas ainda reina o preconceito, além de a eliminação do sistema segregador não ter resultado em melhores condições de vida para muitas das famílias, que continuam a viver em meio à pobreza. Assim, Maxon e America propõe a Eadlyn que uma nova Seleção aconteça – algo completamente contrário ao que a garota sempre imaginou -, como forma de distração para o povo.

 

“Eu seria uma rainha, e uma rainha podia ser muitas coisas… mas vulnerável não era uma delas.

página 158

 

Este é o ponto de partida do enredo e, a partir dele, temos tanto o desenvolvimento dos fatos quanto das emoções da protagonista. Eadlyn sempre sentiu o peso de sua responsabilidade como futura rainha, de forma a precisar crescer buscando sua fortificação e impedindo tudo o que pudesse fragilizá-la. Ao mesmo tempo, o conforto que sempre a cercou contribuiu para construir sua nada fácil personalidade.

A herdeira 3

Embora a leitura de A Herdeira tenha sido tão rápida quanto as demais, minha afeição pela história, como nos primeiros livros, passou longe de se repetir, principalmente por conta da própria protagonista. Eadlyn é extremamente mimada e, muitas vezes, prepotente e incapaz de enxergar algo além de si e de suas próprias dificuldades. Contudo, a intenção da autora era justamente essa, uma vez que fica claro o processo de amadurecimento da protagonista iniciado nessa nova etapa da série.

 

“Era estranho pensar naquilo. Os rebeldes estavam no passado, mas no momento enfrentávamos diferentes grupos contrários à monarquia. Quase desejei que os rebeldes voltassem. Pelo menos podíamos nomeá-los. Pelo menos naquele tempo sabíamos exatamente contra quem estávamos lutando.”

página 215

 

Outro fator a contribuir com minha menor apreciação foi a história como um todo. Embora fique nítida a existência de problemas em Illéa e no reinado de Maxon, o foco do enredo se concentra praticamente apenas na Seleção e na mudança da percepção de Eadlyn sobre o evento. Como a protagonista não consegue cativar como sua mãe, que lidava tanto com sentimentos mais intensos quanto com situações muito mais graves e injustas, seus problemas também perdem a força e o impacto causados no leitor, ao menos nesse primeiro livro, inclusive pelo fato de Eadlyn não conseguir compreender as motivações por trás dos conflitos por ela enfrentados. Assim, ainda que seja interessante observar a vida já adulta de America e Maxon e as mudanças ocorridas em Illéa, A Herdeira pareceu uma continuação forçada e desnecessária – impressão que poderá mudar conforme se der sua continuação (ou continuações).

Agora, se o enredo em si deixou a desejar no quesito emoção e adrenalina, não posso dizer o mesmo do final, no mínimo angustiante se considerarmos que o próximo livro só será lançado ano que vem. Os acontecimentos em si e as percepções de Eadlyn me deixaram com a sensação de que a continuação será bem mais promissora e mais bem aproveitada pela autora, ao mesmo tempo em que conseguiu elevar um pouco mais minha avaliação sobre esse.

Em linhas gerais, A Herdeira é interessante para os fãs de A Seleção, mas somente demonstrará sua importância para a série de acordo com a forma de como a autora decidir explorar e conduzir a história. De minha parte, espero um amadurecimento da personagem e um desenvolvimento de sua capacidade de realmente enxergar os problemas de sua Nação – algo que será bastante positivo se for mais focado. Por fim, seria mentira dizer que não espero, também, um aprofundamento no romance da trama e nas emoções de Eadlyn nesse sentido, e já tenho minhas suspeitas de qual rumo Kiera dará aos fatos.

A herdeira 1





Deixe o seu comentário

54 Respostas para "[Resenha] A Herdeira – Kiera Cass"

Thais Belarmina - 26, maio 2015 às (10:59)

Tipo assim, posso morrer agora? kkkk
Bom, eu quero muito esse livro, mas eu não quero ter que esperar tanto tempo pelo próximo lançamento. 🙁
Ai, que duvida, vou morrer Mi! :/

http://www.luadesangue.com.br

Responder

Roberta Costa - 26, maio 2015 às (11:21)

Comprei ‘A herdeira’ na pré-estreia, pensei que se repetiria a história envolvente de América, mas pelo visto Eadlyn não vai herdar a coragem e determinação da mãe. Mas ainda acredito que seja uma história linda, cheia de romance!

Responder

Sheylla - 26, maio 2015 às (11:46)

Oi Mi, eu odiei a Eadlyn, mas no final do livro até que comecei a simpatizar com ela.
Realmente, faltou mais emoção na história, achei um pouco “repetitiva”, por já ter lido a trilogia anterior, mas o ambiente, essa ideia toda de princesa, reinado me cativa tanto que o livro conseguiu me conquistar! Encarei “A herdeira” como um complemento para fãs da série.
Me encantei com os candidatos que permaneceram, foram melhores que a principal. E aguardo o próximo volume para entender o porque de certas atitudes de alguns personagens.

Bjs

Responder

DeebAmorim - 26, maio 2015 às (12:07)

Eu AMO A Seleção, é minha série de livros favorita! Por isso eu li A Herdeira e simplesmente adorei! Eadlyn é mimada sim, mas sua natureza em si lembra muito a de America, a única diferença é que a filha já nasceu num castelo, desconhecendo a vida fora dele, por isso, para mim, seu comportamento foi explicado. Mas gostei de ver já a evolução dela ao longo do livro e estou com muita expectativa para os proximos!!!! <3

Responder

rudynalva - 26, maio 2015 às (13:56)

Aione!
Ter uma protagonista mimada e egoísta como Eadlyn não dá para ter empatia de verdade, pelo menos para mim não.
E nossa a série vinha tão boa e perder a emoção, sem grandes trechos de empolgação, até desanima, né?
Fato é que para compor a série e dar continuidade, sempre tem um livro ou outro que foge um pouco, quem sabe para dar mais fôlego a continuidade.
Não li nenhum livro ainda, mas tenho muito vontade.
Desejo uma ótima semana!!
“A experiência é uma lanterna dependurada nas costas que apenas ilumina o caminho já percorrido.”(Confúcio)
Cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

Responder

Aciclea Vieira - 27, maio 2015 às (07:01)

Aione,estou ansiosa por esta continuação,mas como já sabemos quando uma série se prolonga ela corre o risco de não ser tão especial como os primeiros,ás vezes perdendo até o seu foco,mas mesmo assim ficamos na expectativa de melhorar e curtimos uma maravilhosa. história.Beijos!!!

Responder

Larissa Oliveira - 27, maio 2015 às (13:00)

Oi, Aione! Vejo tanta gente apaixonada pela série, tantos comentários positivos, mas ainda não li nada. Acho as capas lindíssimas! Quanto a história, resolvi ler sua resenha toda, mesmo com alerta de spoilers, até porque não sei quando vou começar a série. Não gosto de personagens mimadas, chego a ficar irritada, sério. Mas, pelo visto, podemos ter esperança quanto ao amadurecimento de Eadlyn, né? Mesmo o enredo não sendo tão emocionante, foi bom saber que o final do livro te agradou.

Responder

Diane Ramos - 27, maio 2015 às (16:26)

Olá !
Fico fascinada com o sucesso que essa série faz . Kiera Cass tem recebido inumeros elogios com essa série .
Tenho até vergonha de dizer que ainda não li essa série kkk…

http://coisasdediane.blogspot.com.br/

Responder

Edilza - 27, maio 2015 às (19:49)

Oi, Mi!
Que pena esse novo livro da série não ter sido tão bom quanto os outros, pra mim já devia ter acabado em A Escolha, pois pelo visto tá ficando muito previsível o enredo. :/
Um abraço!!

Responder

Sara Silva Freitas - 28, maio 2015 às (22:43)

Sempre ouço falar desse livro e já vi várias resenhas em blogs sobre ele, ficou bem famoso ultimamente. Quero muito ler a coleção toda, mas confesso que não gosto muito de comprar livros que têm sequências, porque nem sempre dá para comprar todos de uma vez e é muito chato ler o primeiro e ficar juntando dinheiro por um tempo para comprar o próximo. Gostei bastante dos comentários que fez sobre A Herdeira.
Beijos.

Responder

Patrini Viero - 28, maio 2015 às (23:39)

Eu não sei se é porque não li a série A Seleção, ou se não é exatamente um livro que eu sinto vontade de ler, mas A Herdeira não me causou aquele furor que eu vi em praticamente toda blogosfera. Gosto muito de distopias, mas nada me tira a impressão de que, nessa série, o romance suplanta a ação, e isso me decepciona um pouco. Mesmo assim, acho interessante a ideia de de uma continuação depois do felizes para sempre.

Responder

Becca Martins - 29, maio 2015 às (12:40)

Oi Aione!
Super concordo com tudo o que disse, a personagem principal me irritou bastante, o que me fez ficar extremamente chateada com a leitura.
Essas questões políticas que não foram tão bem aproveitadas também me incomodou. A leitura em si não foi tão agradável quanto os três primeiros.
Acho que a única adrenalina vivida na história foi realmente aquele final (COMO ASSIM ? ) . Dependendo do rumo do próximo livro não vou continuar a ler.

Responder

Lary C - 31, maio 2015 às (13:10)

Oi, Aione!
Eu ainda não li a série A Seleção, mas já estou com os livros aqui e pretendo ler em breve. Eu já tinha lido a sinopse de A Herdeira em outro site e o meu primeiro pensamento foi: OUCH! SPOILER! kkkk
Mesmo assim não me desanimei para ler e espero que seja tão bom quanto todos falam. 🙂
E quanto a resenha… É, mais spoilers, rs… Ainda não tinha lido nenhuma resenha de A Herdeira, mas fiquei um pouco com medo. Tive aquela sensação de que a autora criou uma série de sucesso, mas que ela não consegue se desapegar do universo e não sabe quando parar. Será? E um detalhe muito importante: ODEIO protagonista mimada… Xiii.
Enfim… Ótima resenha!
Abraço!

Responder

Rosana - 31, maio 2015 às (13:55)

Tenho todos os livros da série, inclusive A Herdeira, mas ainda não comecei a ler. Sabe quando você olha para o livro mas não consegue entrar no clima? Então, sei que a série tem milhões de fãs, mas vou esperar mais um pouco para começar a ler.

Responder

Juliana Frygoudakis - 31, maio 2015 às (13:58)

Oii Mi, tudo bem?
Já li A Herdeira também mas minha opinião acho que foi um pouco diferente da sua… apesar de a Eadlyn ser super arrogante e mimada, achei isso uma característica positiva para a história, justamente pelo amadurecimento dela, mas não só por isso, achei a personalidade dela bem divertida, ao contrário da América, que eu achava meio sem graça!

Adorei a resenha!

Beijos! =)

Responder

Brenda Amorim - 31, maio 2015 às (15:10)

Ainda não comecei a ler essa serie, mas tenho muita vontade, acho que irei esperar conseguir todos os livro assim eu leio todos um atras do outro.

Responder

Bia Felix - 31, maio 2015 às (22:50)

Essa série é uma gracinha! Mas, até agora eu só li o primeiro e percebi que de certa forma o título desse quarto livro acaba funcionando como spoiller. 🙁
De qualquer forma, mesmo ainda não tendo como você terminado a série eu partilho da opinião de que são livros apaixonantes e envolventes. S2

Responder

Valéria Bonfuoco - 02, julho 2015 às (13:46)

Depois dos outros três que foram muito bons, logo que vi esse me empolguei para continuar e ver o futuro dos personagens, O que me fez querer ler, foi que é diferendo dos anteriores, pois é uma nova seleção afim de arrumar um par para a futura rainha, uma personagem que tem caráter e atitudes totalmente diferente, a partir da forma que foi criada. Um livro que gerou debate de pós e contra, mas para quem é fã, é um prazer ler para rever os personagens novamente.

Responder

Juliana - 02, julho 2015 às (14:12)

Ois!

Primeiro post aqui no blog – gosto de ler as resenhas, mas sou meio tímida para fazer comentários, mas vamos lá…

Li o livro super rápido: a linguagem fácil e a ansiedade por esta continuação fizeram com que eu lesse numa sentada…Tb achei a história da Eadlyn mais maçante e superficial que a da América, mas é da própria construção da personagem essa alienação pelos reais probelmas sociais e que (acho!) será usado nos próximos livros para demonstrar o amadurecimento da personagem.
Quanto ao fato da Eadlyn ser mimada, é culpa dos próprios pais e da forma como foi criada, afinal ela será a futura rainha e o destino de uma nação depende da força e capacidade dela – onde, nisso tudo, haveria espaço para fraquezas, mesmo aquela chamada “se apaixonar”?! Ainda bem que ela descobre, ainda que superficialmente e quase no final, que se apaixonar pode não ser tão ruim assim…

Bjs Bjs

Responder

Viviane Gonçalves - 02, julho 2015 às (14:46)

Me apaixonei pela capa do livro A Herdeira… Quando acho que não tem mais história para contar, vem a Kiera e quebra esse paradigma e me prova que ainda tem bastante assunto e o desenvolve perfeitamente, me deixando com um gostinho de quero mais! Esperando ansiosa pela continuação! ★★★★★

Li todos. Amor define! (embora, admita, queria um livro entre o 3 e o 4 contando mais sobre eles haha)

Bjs! =)
Viviane Gonçalves
vsg_caue@hotmail.com

Responder

Juliana Mattos - 02, julho 2015 às (15:24)

Eu até que achei a leitura desse livro rápida, só o que incomoda é a Eadlyn que é mimada além da conta hahaha, o que não é de se esperar por ter uma mãe como America, mas enfim… A escrita da Kiera é muito viciante! Ótima resenha, Aione!! Beijoss

Responder

DEISE GABRIELA DE LARA - 02, julho 2015 às (15:29)

Tenho 2 livros desta séria,mas só os lerei ,quando tiver todos,pois não consigo ler um e esperar até poder ter o outro para ler,quando começar tenho de devorar todos logo ,rsrsrsrs

Responder

Susana Cordeiro - 02, julho 2015 às (17:11)

Eu estava pensando em começar a ler a série e precisava de uma ‘provinha’ e adorei a resenha. Lendo em 3. 2 1.

Responder

Viviane Martins - 02, julho 2015 às (17:33)

Ainda não li os outros livros da série, tenho curiosidade em conhecer essa história que é tão comentada na blogosfera.

Responder

Júlia Vivas - 02, julho 2015 às (20:27)

Eu já li “A seleção” e gostei muito da America. O que esperar dessa nova protagonista? Tomara que seja tão boa quanto. Adorei a resenha :))

Responder

rudynalva - 02, julho 2015 às (20:42)

Bem Aione, não tive oportunidade de ler nenhum dos livros da série ainda, embora deseje muito.
Tenho lido várias resenhas dizendo que esse exemplar não é um dos melhores da série. Sempre acontece de um livro ou outro não ser tão bom.
Tomara que o último responda suas expectativas e se mantenha no ritmo dos antigos.
“Sede pacientes; a paciência também é uma caridade, e deveis praticar a lei de caridade ensinada pelo Cristo, enviado de Deus.”(Allan Kardec – O Evangelho Segundo o Espiritismo)
cheirinhos
Rudy
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
Participe no nosso Top Comentarista!

Responder

Katherine Martins - 02, julho 2015 às (21:26)

Eu lia a trilogia em um dia, devorei os três livros de uma maneira assustadora e quando soube da herdeira fiquei curiosa pra saber que rumo as consequências os três primeiros livros iria resultar. Esse é um livro com muitas opiniões diferentes não? Já vi gente que amou e gente como você que ficou esperando por mais, mas em todos eles ninguém nega que a Eadlyn seja mimada e prepotente e estou curiosa para ver como essa personagem interage por que não me lembro de nenhum livro onde a personagem principal tem essas características tão marcadas..

Responder

Letícia Iarossi - 02, julho 2015 às (21:41)

Eu gostei muito desse livro, assim como os demais da Kiera Cass.
A escrita, os personagens, o cenário, a história em si eu amo tudo, tudo, tudo!
O que mais amo é o Maxon, neste livro amo mais ainda! *-*
Se formos comprar A herdeira com A seleção, claro que A seleção teve um início muito mais emocionante. Com tantas pontas soltas espero que o próximo livro seja mesmo mais agitado.
Beijos

Responder

Renata Leal - 02, julho 2015 às (21:50)

Como assim?! Eu necessito desse volume! Confesso que eu me surpreendi ao saber que a filha dela que iria ter 15 candidatos :O Não sabia desse pequeno detalhe heheh agora que fiquei muito mais curiosa! Pensei que seria praticamente o mesmo processo da série, mas não!!! Eu preciso reler a série para relembrar a história, pois, admito, não me recordo de certos acontecimentos.
Eu fiquei um pouco com receio de ler essa “continuação”… Justamente pelo que você deixou claro: pareceu uma continuação forçada e desnecessária. O meu medo era exatamente esse. Assim como classificaram (se não me engano você ou a Pah falaram sobre isso) “Essa garota”, da série “Métrica”, como um volume desnecessário.
Um beijo! 🙂

Responder

Cailes Bennet - 03, julho 2015 às (00:44)

Olá. Li a série a A Seleção ano passado e gostei bastante, uma história envolvente, que lembra um conto de fadas, mas com elementos mais reais, humanos…Enfim, espero que A Herdeira também possua uma boa história , porém, não apenas na sua resenha, mas em outras que já li, a percepção sobre a protagonista é sempre a mesma, uma garota mimada, que apesar de evoluir na trama, não agrada como a sua mãe, America…Mas quero ler a obra muito em breve, pois realmente gosto muito dessa série.

Responder

Suzzy Chiu - 03, julho 2015 às (22:36)

A série A Seleção me conquistou também! Confesso que para mim a série deveria ter terminado na trilogia mesmo e pronto. Mas com o lançamento do quarto livro até que eu fiquei feliz, mas a Eadlyn é chata demais!!! Não gostei dela mesmo e é extremamente mimada! Me irritam personagens assim!
Mas vamos aguardar as cenas dos próximos livros, hehe..
Com certeza é a capa mais linda da série toda, esse fundo escuro deu um charme a mais.

Responder

ELIZABETH MACHADO SALLES - 06, julho 2015 às (10:10)

Estou cada vez mais encantada com essa série. Foi uma das melhores que li até o momento. A autora foi perfeita ao criar a história e estes personagens carismáticos e sublimes. Não vejo a hora de ter este em mãos e conferir tudo o que dizem dele. Empolgadíssima com este livro. Muito bom.
Beijos.

Responder

ariadnes - 06, julho 2015 às (13:08)

Olá,apesar de só ter visto resenhas acredito que esta historia vai ter seu próprio charme e msm a princesa Eadlyn parecendo totalmente chata e mimada tenho esperança que isso mude no decorrer da historia pois gostei desta inversão da princesa ter que escolher o príncipe sendo que tds vez é sempre o príncipe que escolhe a princesa,fiquei curiosa com este tal final angustiante pois sempre nas resenhas tocam que este final foi totalmente esgotador

Responder

Giovanna - 06, julho 2015 às (14:06)

Este livro vem dando o que falar entre os Booktubers hahah…
Eu amei o livro, como amei a série toda <3
Achei um pouco exagerado as reclamações sobre ele, mas entendo que a Eadlyn é um pouco chatinha sim hehe.
Sua resenha ta sensacional! Você colocou aquilo que sentimos quando analisamos a história após terminar… adoro isso nas suas resenhas!

Responder

Samantha correa - 06, julho 2015 às (20:29)

Quero muito ler esse livro, mas não sei tenho medo de lê-lo, vou ser sincera que odiei a forma como a Kiera escreveu as ultimas páginas do ultimo livro, ficou faltando mta coisa, e acho que é por isso que estou com medo de ler esse, eu quero e não quero, sem contar pela chatice que é a princesa! Vou ler com certeza, só não sei quando!

Responder

Erica Leme - 08, julho 2015 às (22:35)

Confesso que li somente partes da resenha pra não pegar nenhum spoiler, pois ainda não li A escolha. Sou fã dessa série, então estou doida pra ter esse em mãos. Todas as capas são totalmente lindas, mas essa se superou e está demais!
E o próximo livro só no ano que vem… poxa vida :/

Responder

Juliane Santos - 13, julho 2015 às (14:23)

Oii Aione, preciso dessa continuação pra ontem hahahaah.Sobre ela ser uma mimada ja to ouvindo muito por aí hahah já to com uma raivinha dela antes de ler kkkk. Me deram mto spoilers de a herdeira já mas quero ver se vou gostar. Bjos

Responder

Danny Porto - 13, julho 2015 às (19:44)

Gente tô louca pra ler <3

Responder

Mariana Póvoa Cavalcante - 14, julho 2015 às (02:07)

Louca pra ler esse livro. Sou completamente apaixonada pela trilogia da Seleção e ver a continuidade disso vai ser emocionante. Muito curiosa pra ler, ouvi muitas opiniões diferentes, alguns gostaram muito e outros odiaram. Mas ver uma seleção “pelo contrário” vai ser super interessante. Curiosa também para ver como a protagonista vai levar a questão dela ser uma mulher e futura rainha.

Responder

Mariele Antonello - 14, julho 2015 às (11:41)

Adorei a resenha, que pena que você não curtiu muito o livro e achou que a escrita ficou a desejar, também acho que não seria muito necessário uma continuação para os livros de A Seleção e este foi meio forçado e vi comentários que a princesa Eadlyn era uma cópia de Celeste, que se acha superior aos outros, apesar de ter lido A Seleção, não me interessei muito pela A Herdeira mas vou ver para ver como vai ocorrer a história.

Responder

Mayara Pinto - 17, julho 2015 às (03:17)

Não sei porque mas tenho uma certa tendencia a acabar amando o que a maioria das pessoas não gosta e foi o que aconteceu com “The heir”. É meu livro favorito de toda a serie da Kiera e digo isso não porque tenho essa tendencia a gostar do que os outros nãos gostam mas porque tenho inúmeros motivos pra amar cada pagina desse livro. A Eadlyn me conquistou completamente por ser uma pessoa imperfeita que mostra perfeição em cada ato, claramente, dá pra perceber que tudo o que ela faz é por um bem maior, e sinceramente, fico querendo matar quem chama ela de chata. Enfim, preciso reler porque só de falar, já sinto saudade.

Responder

Larissa Bento - 17, julho 2015 às (23:27)

Oieeee!

Acho que todos que leram o livro concordam que mais mimada que a Eadlyn está para nascer uashaush ‘ meu deeeeus, tinha umas horas que eu queria gritar para a menina parar de ser tão egoísta, e por não enxergar o quão insurpotavel ela consegue ser, mas enfim, ainda amo essa garota e acho que no final ela mudar o seu jeitinho de ser.

Morri de amores pelos selecionados, em especial o Kile, Henry e até mesmo o Erik. Um mais fofo que o outro, a sua maneira claro. Tô curiosa pra saber com quem a tia Kiera vai deixar com a Eadlyn no fim disso tudo..,

E a América no final? Achei um pouco exagerado ela ter passado mal a ponto de poder morrer… quer dizer, okay é o filho dela e sabemos o quão sentimental a Meri pode ser, mas sei lá, acho que não precisava disso…
Tenho certeza que a Kiera não faria nada com ela, e realmente espero que não faça. Mas isso a gente só descobre ano que vem, infelizmente…

*Dedos cruzados*

Amei a resenha,
beijos
xx

Responder

Adriana Cunha - 19, julho 2015 às (00:04)

Já li os primeiros capítulos, não gostei muito da Eadlyn, mas espero gostar do livro 😉

Responder

Agatha Cardoso - 22, julho 2015 às (05:45)

(Sou selecionada) Acho que li os 5 primeiros cap desse livro na internet e ja estou bem irritada,concordo com você Eadlyn se acha muito ¨poderosa¨ao meu ver, enfim dizem que ano que vem vai lançar o ultimo livro e espero que seja melhor que esse(Ou que esse melhore daqui pra frente) Enfim otima resenha e quem nasceu Eadlyn nunca sera America, hahahahhaha

Responder

Fran Ferreira - 22, julho 2015 às (16:02)

Aione, sabe aquela pessoa que estava louca para ter tal série e quando a consegue de uma “tacada” só por completo esquece de sua existência??? Essa pessoa sou eu. Não sei o que anda acontecendo comigo, mas toda vez que consigo completar uma série, duologia, trilogia enfim, não consigo começar suas leitura, fico um bom tempo estacionada no mesmo pensamento. Eu definitivamente detesto ler séries e outros que não estejam completos, a sensação que estou fora de contesto é imensa e prefiro esperar se for o caso, anos par completa-la e assim começar dar sequência.
Como não li, não posso dar uma opinião concreta, a única coisa que posso dizer, que provavelmente os lerei só no ano que vem quando terminar minha meta de leitura estabelecida para este ano (o que aliás está bem atrasada).

Bjsss

Responder

Gabriela Malavolta - 24, julho 2015 às (21:46)

Eu tenho apenas o exemplar do primeiro exemplar,A Seleção, e eu não sei qual é o meu problema, já que não o li ainda 0.0.Enfim, acho que essa distopia tem tudo pra dar certo comigo,pois mistura dois dos meus gêneros favoritos,distopia e romance.Estou louca para chegar em A Herdeira.Sua resenha,Mi, só me deixou mais curiosa ainda,como sempre.Sem contar que sou apaixonada por essas capas.Beijão!

Responder

Danna - 25, julho 2015 às (16:19)

Concordo com você, A Eadlyn é muito mimada, e não conseguiu me cativar como a America. Eu não gostei muito do livro. E não estou ansiosa para a continuação. Maas eu vou ler sim quando lançar, justamente pelo final.. O livro realmente concentra só na seleção, e na mudança de concepção da protagonista, acho que poderia mostrar bem mais coisas. Eu fiquei decepcionada com este livro, acho que a historia ficou muito forçada. A seleção era minha trilogia favorita, mas me decepcionei com esse ultimo livro.

Responder

Daniela Calcia - 27, julho 2015 às (22:43)

Ainda não li nada dessa autora, gostaria de ler na ordem rsrs mas você achou pouco envolvente, acredito que no próximo a autora corrija os erros… Obrigada pela dica!

Responder

Marcelle Gonçalves - 29, julho 2015 às (21:47)

Sou super fã dessa série. Estava super ansiosa para ler o livro. Li em um dia. A Kiera tem tem esse dom de prender a gente. Como você citou acima, ele deixou a desejar no quesito emoção e adrenalina. O final foi MUITO angustiante. Eu fiquei com muita raiva de um personagem. mais atè do que da Eadlyn… A Eadlyn, ela é chata, mimada, chega até ser irritante, mas apesar disso eu gostei dela. Eu jà fui assim. ..um pouquinho, haha. Enfim. Ansiosa para o próximo livro!

Responder

Clarice Castanhola - 30, julho 2015 às (09:53)

Olá achei estranho essa nova seleção já que no ultimo livro America e Maxon disseram que não haveria outra seleção, que com eles no comando as leis mudariam….Acho que esse livro foi jogada de marketing para que a autora lucrasse ainda mais…Só lendo p ver neh, porém não estou empolgada =(
Otima resenha, sucessos…

Responder

Clarice - 30, julho 2015 às (11:24)

Olá achei estranho essa nova seleção já que no ultimo livro America e Maxon disseram que não haveria outra seleção, que com eles no comando as leis mudariam….Acho que esse livro foi jogada de marketing para que a autora lucrasse ainda mais…Só lendo p ver neh, porém não estou empolgada =(
Otima resenha, sucessos…

Responder

Alessandra Fernandes - 31, julho 2015 às (10:02)

Quero muito ler essa serie, mas sempre que vou fazer isso, acabo passando outros livros na frente, mas como recentemente foi divulgado o filme eu decidi que irei ler o mais breve possível. Pretendo ler pelo menos o primeiro e ver se gosto, pois pelas resenhas parecem bons, apesar de não ser bem o meu gênero preferido, mas as capas são um show a parte *-*
Abçs Aione!!

Responder

Ana - 30, novembro 2015 às (22:51)

Ñ sei como as pessoas conseguem ñ gostar de A Herdeira!!! E apesar da Eadlyn ser mimada eu adoro o jeito dela! E pensando bem, ñ faria sentido se ela fosse diferente!! Ansiosa para ler A Coroa!!!

Responder

Fe Fernanda - 29, janeiro 2016 às (14:34)

Final merecido

Responder

Últimas Resenhas

Minha Vida Literária • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por

Blogs Brasil